(Vídeo) Passaporte da vacina é descartado em Criciúma

Clésio Salvaro, através de um vídeo publicado nas redes sociais, falou sobre o assunto

Foto: Reprodução/ Redes Sociais
- PUBLICIDADE -

Criciúma

Em Criciúma, o “Passaporte da Vacina” já foi descartado pelo prefeito Clésio Salvaro. A medida, anunciada pela capital de São Paulo, busca restringir o acesso em estabelecimentos fechados, como bares e restaurantes. Na prática, apenas pessoas vacinadas contra a Covid-19 poderiam frequentar os espaços mediante a comprovação da imunização por meio de um aplicativo de saúde já utilizado na cidade.

- PUBLICIDADE -

A medida também foi anunciada pelo prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro. Na Capital de Santa Catarina, a comprovação será exigida em bares, hotéis e eventos, bem como espaços que há grande circulação de pessoas. A determinação deve entrar em vigor somente após a imunização alcançar todas as faixas etárias no Estado. Os detalhes deverão ser anunciados nos próximos dias.

Na Capital do Carvão, através de um vídeo publicado nas redes sociais, o prefeito alegou que a medida seria difícil de ser aplicada. “Em Criciúma, nós não vamos implantar o passaporte da vacina, porque nós entendemos que o cidadão criciumense é craque, ele vai lá e vai tomar a vacina”, disse. O Líder do Executivo ainda divulgou que mais de 15 mil pessoas não tomaram a primeira dose do imunizante.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.