Unesc dos próximos quatro anos começa a ser discutida

Os candidatos à reeleição da reitoria da Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc), Luciane Ceretta e o vice, Daniel Preve, fecharam nesta sexta-feira (14), a primeira semana de campanha

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

Os candidatos à reeleição da reitoria da Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc), Luciane Ceretta e o vice, Daniel Preve, fecharam nesta sexta-feira (14), a primeira semana de campanha. Postulantes em chapa única, eles estiveram em reuniões com todos os segmentos da comunidade acadêmica, estudantes, funcionários e professores para alinhamento dos eixos estratégicos que embasam a construção de propostas de gestão para os próximos quatro anos.

No total são nove eixos estratégicos:

- PUBLICIDADE -

1) Gestão Universitária e Desenvolvimento Institucional;

2) Valorização das Pessoas;

3) Extensão, Cultura e Ações Comunitárias;

4) Pesquisa, Pós Graduação e Internacionalização;

5) Atenção ao Estudante e Permanência Estudantil;

6) Sustentabilidade e Democracia Ambiental;

7) Ensino e Formação Docente;

8) Comunicação e Imagem Institucional;

9) Inovação e Tecnologia.

Conforme a coordenadora de campanha, a pró-reitora acadêmica, professora Indianara Reynaud Toreti, as propostas devem respeitar as premissas institucionais que norteiam o projeto de universidade comunitária.  “Faremos ampla discussão para elaboração das propostas por meio de fóruns temáticos que iniciam na próxima semana. Estes fóruns serão on-line e abertos para toda a comunidade acadêmica. É o momento de revisar e repactuar o projeto de universidade e ações que irão nortear a gestão nos próximos quatro anos da universidade. É neste processo participativo que a Unesc se supera e se reinventa”, frisou.

Votação híbrida

Única universidade do Brasil a promover eleição direta, com a participação de professores, estudantes e funcionários, para a escolha dos gestores, este ano terá como novidade a possibilidade de votar também de forma remota. O Conselho de Administração da Unesc aprovou a eleição em formato híbrido, assim como às aulas, com a possibilidade de ser presencial ou online. A mudança no processo habitual ocorre como prevenção e segurança à pandemia do Covid-19.

A campanha em sua maioria ocorrerá de forma online. “Nossa prioridade é a gestão da universidade, que é construída de forma plural. O processo eleitoral é mais uma oportunidade, para que possamos envolver a comunidade acadêmica em importantes momentos de discussão para socialização das ações realizadas nos últimos 4 anos e repactuar os rumos da Unesc na próxima gestão”, salientou a reitora, Luciane Ceretta.

Mais de 13 mil pessoas estão aptas a votar, entre professores, funcionários e alunos, com idade superior a 16 anos, incluindo Colégio Unesc, graduação e pós-graduação.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.