Sombrio: CDL e Prefeitura cancelam eventos de Natal até segunda ordem

Decisão segue a nova portaria que tem como objetivo evitar que a nova cepa do vírus se espalhe no estado

Foto: Divulgação

- PUBLICIDADE -

Devido às portarias 1303 e 1305, publicadas pelo Governo do Estado, e que restringem especialmente eventos públicos em locais abertos de difíceis controles da população presente, a CDL de Sombrio e a Prefeitura Municipal cancelaram a chegada do Papai Noel na cidade, agendada para a noite desta quinta-feira, em frente a Igreja Matriz de Santo Antônio de Pádua e o restante das atividades, que aconteceriam na Rua Coberta.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

O objetivo do Governo do Estado, de acordo com a portaria, é evitar que a nova cepa do vírus se espalhe no estado, gerando mais uma onda de contaminação na população.
Além disso, a regra para eventos com controle de público também foi alterada.

No campeonato municipal de futsal de Sombrio, por exemplo, para acessar ginásio Rogério Valerim nas semifinais e finais, torcedores só entram de máscara e têm que permanecer com ela no interior do ginásio. Maiores de 18 anos precisam comprovar que estão com as duas doses da vacina aplicadas (comprovante pode ser retirado pelo aplicativo Conect SUS) ou com teste do Covid negativo realizado nas últimas 48 horas.

Adolescentes entre 12 e 18 anos, só acessam se tiverem ao menos uma dose aplicada e sua data de segunda dose não tenha passado.

Menores de 12 anos que estão no grupo de vacináveis, não entram nestas regras, mas precisam estar com o responsável e usar máscara.

“Primeiro a vida, o cuidado com cada Sombriense e cada visitante de nossa cidade. E consequentemente, pensamos em não ter prisma no comércio, ali na frente. Com medidas prevê ticas, fiscalização e cobrança forte, vamos evitar que a nova mutação do vírus se espalhe e volte a prejudicar nossa população”, comentou a prefeita.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.