Sindicato promove protesto em frente a banco de Criciúma

No ato, manifestantes divulgam canais de comunicação para a população denunciar a demora no atendimento


- PUBLICIDADE -

Com faixas, cartazes e carro de som, bancários fazem protesto até as 12h desta quinta-feira, 09, em frente à agência do Bradesco da Rua Rui Barbosa, Centro de Criciúma, pela valorização dos trabalhadores e contra as demissões. O protesto acontece em outras cidades de Santa Catarina. “O nosso objetivo é parar com as demissões que vem ocorrendo no banco nos últimos meses, encerrar a pressão de metas abusivas aos bancários que continuam nas agências e garantir mais respeito e melhores condições de trabalho”, explica a presidente do Sindicato dos Bancários e Financiarias de Criciúma e região, Dirceia de Mello Locatelli.

De acordo com as lideranças do Sindicato, com a pandemia, o banco lucrou nos primeiros seis meses deste ano mais de R$ 12 bilhões.  Ainda assim, reforça Dirceia, impõe metas abusivas deixando funcionários doentes e demissões. “Sem contar o atendimento aos usuários e clientes, mesmo pagando tarifas e juros abusivos, são diariamente desrespeitados. Neste sentido, estamos orientando a população para denunciar a demora no atendimento”, pontua a presidente.

- PUBLICIDADE -

A equipe de reportagem do TN SUL tentou contato com a Assessoria de Imprensa do Bradesco, mas até o momento desta postagem não obteve retorno.

Os canais para fazer a denúncia:
Banco Central – 145
Alô Bradesco -0800 727 9933
Procon 151

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Maíra Rabassa
Em: Criciúma

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.