Siderópolis: Secretaria de Agricultura recebe reconhecimento do SISBI

O ato oficial aconteceu na Amrec, com a presença de autoridades, veterinários e imprensa, nessa quinta-feira, dia 9

Foto: Antonio Rozeng/Amrec

- PUBLICIDADE -

O Governo Municipal de Siderópolis, através da Secretaria de Agricultura, por meio do médico veterinário Elvys Steinheuser, recebeu em ato simbólico o reconhecimento da equivalência ao SISBI, dos Serviços de Inspeção Municipais (SIM) vinculados ao CIM-AMREC. O ato oficial aconteceu na Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec), com a presença de autoridades, veterinários e imprensa, nessa quinta-feira, dia 9.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

“É o resultado de um trabalho em conjunto entre os colegas veterinários de toda a região da Amrec, buscando a melhoria e o reconhecimento do serviço de inspeção de produtos de origem animal”, afirmou o médico veterinário.

O reconhecimento da equivalência é reflexo do apoio da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Siderópolis. “Não seria possível sem o apoio da Secretaria, que contribuiu com a aquisição de equipamentos, fundamental para a realização dos trabalhos”, pontuou Steinheuser.

A cerimônia oficial ocorreu no município de Iguatemi, no Estado do Mato Grosso do Sul, no dia 26 de novembro. Nessa quinta-feira, o ato simbólico reforçou a entrega às secretarias, por meio dos veterinários e secretários municipais. “Este é um marco para as agroindústrias da região, que sob inspeção do SIM, terão seus produtos reconhecidos em nível nacional, valorizando a produção local, além de representar um ganho exponencial de mercado”, enfatizou.

O processo

O médico veterinário explicou que a parte final do processo contou a avaliação in loco realizado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), onde os SIM’s de Siderópolis, Criciúma, Nova Veneza e Içara passaram por avaliação.

Na ocasião algumas agroindústrias também passaram por auditoria. A Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (CIDASC) e a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (EPAGRI) acompanharam os trabalhos.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.