Região Sul comemora o Dia do Químico

Data lembrada nesta sexta-feira, 18 de junho, celebra a importância desses profissionais para o desenvolvimento econômico

Foto: Arquivo TN
- PUBLICIDADE -

Criciúma

Comemora-se neste 18 de junho, o Dia Nacional do Químico. A data foi instituída em 1956 pelo presidente da República, à época, Juscelino Kubitschek. Desde então, todo o trabalho exercido por estes profissionais são evidenciados. Em Criciúma e região, existem cerca de três mil trabalhadores na área química, que são responsáveis por impulsionar o desenvolvimento do Sul Catarinense, e divididos em mais de 80 empresas do ramo.

- PUBLICIDADE -

“Sem dúvidas, a indústria química é um segmento muito forte, desenvolve muito a região. Ela dá não só substância e assistência para o próprio setor químico, como agrega também valor à cerâmica, ao setor plástico, então são profissionais muito importantes nessa cadeia produtiva, que faz esse desenvolvimento no Sul”, comenta o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Plásticas Descartáveis e Flexíveis, Químicas e Farmacêuticas de Criciúma e Região, Carlos De Cordes.

Embora a profissão seja indispensável no dia a dia, conforme o presidente do sindicato, ainda há dificuldades no caminho. “Esses trabalhadores, muitas vezes, infelizmente, não são valorizados como deveriam, têm um trabalho fundamental na cadeia produtiva e merecem todos os elogios no Dia dos Químicos. Eles desenvolvem um trabalho de excelência. Sem o desenvolvimento químico, os outros segmentos não conseguem fazer a sua produção”, acrescenta De Cordes.

Empresas que atuam no ramo

Na região, há mais de 80 empresas do ramo químico, dessas, 29 são associadas ao Sindicato das Indústrias Químicas do Sul. “Estamos sempre em campanha para procurar que esse associativismo tome mais corpo, o que vai dar mais força para esse contexto dessas indústrias, do setor e da participação econômica. Portanto, parabenizamos os químicos, a indústria química e todos os segmentos que ela compartilha”, comenta o presidente da entidade, Andrés Raimundo Federico Pesserl.

A data também reflete sobre a importância das empresas, junto à mão de obra, para o desenvolvimento econômico. “Comemoramos o Dia do Químico e, por consequência, da indústria química, a qual devemos tanto e que tem tamanha importância no nosso dia a dia e em todas as questões que dizem respeito ao desenvolvimento do ser humano, da sociedade e da economia de modo geral”, finaliza Pesserl.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.