Quase 30 pinguins são encontrados mortos nas praias de Laguna e Imbituba

Os animais que chegam ao litoral catarinense acabam não sobrevivendo à longa viagem com partida na Argentina

Foto: Divulgação/ Sul Agora
- PUBLICIDADE -

O Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) encontrou 27 pinguins (Spheniscus magelanicus) mortos nas praias de Laguna e Imbituba no último domingo (1º), durante trabalho de acompanhamento feito pelo grupo.

De acordo com a equipe do PMP-BS, os animais que chegam ao litoral catarinense acabam não sobrevivendo à longa viagem com partida da Patagônia (Argentina). Por serem jovens e inexperientes, eles acabam se perdendo de seus grupos, fato que muitas vezes resulta na interrupção da viagem por doença, fome ou morte.

- PUBLICIDADE -

Conforme o projeto, a viagem migratória traz dificuldades para eles se alimentarem e consequentemente perdem peso, ficam fracos e a impermeabilização das penas fica prejudicada, o que provoca hipotermia e os fazem ficar vulneráveis a outros predadores.

Os pesquisadores também apontam a ação humana, ainda que não intencional, como causa da morte de alguns desses animais. Eles citam como exemplo a utilização das redes de pesca, sejam costeiras, industriais ou ainda aquelas fantasmas que flutuam aleatoriamente pelos mares causando emalhes acidentais.

O PMP-BS, que no trecho que compreende as praias de Laguna e Imbituba é executado pela Udesc, mantém uma equipe de prontidão para atender animais marinhos que chegam ao litoral precisando de ajuda. O grupo também realiza necropsia daqueles que aparecem sem vida para tentar descobrir a causa da morte.

Via Sul Agora 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.