Projeto Criciúma Limpa inicia por praças Nereu Ramos e Afonso Back

Lançado oficialmente nesta segunda-feira (19), o projeto prevê a limpeza e manutenção de espaços públicos e conscientização da população para ampliar os cuidados em casas e calçadas

Foto: Divulgação/ Samuel Borges
- PUBLICIDADE -

A praça Nereu Ramos, no centro da cidade, e a praça Afonso Back, no bairro Brasília, foram os primeiros locais a receber o Projeto Criciúma Limpa, lançado oficialmente nesta segunda-feira (19). De iniciativa do Governo Municipal, o projeto tem o objetivo de manter limpos espaços públicos, além de incentivar a população para que também amplie os cuidados em residências e comércio.

- PUBLICIDADE -

“O que estamos lançando oficialmente não é apenas um programa de limpeza pública, mas de conscientização do cidadão para também fazer sua parte”, destacou o prefeito Clésio Salvaro, acrescentando que alguns dos trabalhadores são da casa de passagem. “Sempre teremos emprego para quem quer trabalhar. Para os que não querem, Criciúma não é a cidade ideal”, concluiu o prefeito.

Para a execução dos serviços públicos o Município contratou, por meio de licitação, um consórcio de empresas que irá fazer a manutenção permanente em mais de 70 praças, 11 escadarias, parques, grutas, banheiros públicos e mais de 100 das principais vias de Criciúma. O cronograma prevê limpeza diária nestes espaços, com roçada, capina, poda de árvores, varrição manual e mecânica, limpeza de bocas de lobo, pintura de meios-fios, e destinação correta dos resíduos coletados.

“Este serviço será permanente e vai atuar em diversas frentes de trabalho em todas as regiões da cidade”, afirmou o presidente do Funsab, Luiz Juventino Selva. O projeto Criciúma Limpa já gerou mais de 100 novos postos de trabalho.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.