Pobreza Menstrual: mulheres recebem kits com absorventes em Criciúma

Ação realizada no CRAS Renascer contou com a participação do Gapac e do Projeto Elas

Foto: Divulgação/ Giovane Marcelino

- PUBLICIDADE -
A Pobreza Menstrual é um assunto que cada vez ganha mais destaque. Nesta quarta-feira, dia 4, uma roda de conversa com mulheres que frequentam o CRAS Renascer, em Criciúma, foi realizada com a distribuição de kits de higiene pessoal com absorventes. A ação teve a participação do Grupo de Apoio e Prevenção a AIDS de Criciúma (Gapac), Projeto Elas e da vereadora Giovana Mondardo, também voluntária do projeto.

Durante a roda de conversa, foram destacadas informações sobre os cuidados com a saúde da mulher. “Ficamos felizes de poder contribuir com esse assunto, já que aprovamos uma Lei para que as pessoas que menstruam possam ter acesso aos itens seguros para proteger sua saúde”, destacou a vereadora.

Foram distribuídos mais de 30 kits de higiene pessoal com absorventes para as mulheres que participaram do encontro. As doações foram entregues pela equipe do Gapac e do Projeto Elas que fazem trabalho visando os cuidados com a saúde íntima.

Auxílio de grupos

Em Criciúma, o Gapac é uma instituição que trabalha efetivamente na prevenção de DST/ HIV/ AIDS,  apoiando e realizando ações que promovam a vida e a igualdade de direitos, excluindo preconceitos e discriminação. Propondo atividades fundamentais a fim de auxiliar nesse processo de construção da cidadania. O grupo também auxilia na captação e distribuição de absorventes.

- PUBLICIDADE -

Já o Projeto Elas, nasceu nas redes sociais e tem por objetivo distribuir kits de higiene menstrual para mulheres em situação de vulnerabilidade econômica em Criciúma. O grupo também desenvolve a realização de campanhas de arrecadação de dinheiro para formar kits. Para auxiliar, basta acessar o instagram do projeto, pelo link https://www.instagram.com/elas.criciuma.

Lei em vigor

As doações de absorventes e outros itens seguem sendo realizadas por grupos da comunidade. Em Criciúma, já está em vigor a Lei 7.929/2021 de 27 de julho de 2021 que institui as diretrizes para a Política Pública “Menstruação Sem Tabu”, de conscientização sobre a menstruação e a universalização do acesso a absorventes higiênicos no município de Criciúma.

Agora, aguarda-se a aplicação da Lei por parte do poder Executivo para que as pessoas que menstruam e que não possuem condições financeiras de ter acesso aos instrumentos dignos de saúde íntima.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.