Pedal para iniciantes faz roteiro entre Criciúma e Forquilhinha

Neste domingo, dia 25, às 14 horas, outro grupo parte da Igreja Vila Nova, em Içara com roteiro de aproximadamente 70 quilômetros, passando por Morro da Fumaça e Urussanga

Foto: Divulgação/Ana Lúcia Pintro

- PUBLICIDADE -

“Amar é acolher, é compreender, para fazer o outro crescer” era o lema médica sanitarista Zilda Arns. Forquilhinha, a cidade onde ela nasceu, recebeu aproximadamente 60 ciclistas do grupo Juntos Somos Mais Fortes que coloca em prática seus ensinamentos. Na tarde deste sábado, dia 24, o pedal organizado para iniciantes percorreu um trajeto de 28 quilômetros, saindo do Bairro Pinheirinho, em Criciúma, até o Parque Ecológico São Francisco de Assis.

 No dia 21 de julho, o grupo completou seu primeiro aniversário com mais de 450 membros inseridos em suas redes sociais. A próxima a entrar nesta lista é Raquel Frasseto, 55 anos. Ela saiu sozinha do Bairro Operária Nova onde mora pensando em voltar para casa se percebesse que não daria conta. “A subida do São Defende foi cansativa, mas continuei. Na volta, eu não aguentava mais subir um morro do Sangão, mas um rapaz empurrou nas minhas costas e aliviou meu cansaço. Foi gratificante porque é prazeroso descobrir que você pode fazer coisas que tinha dúvidas de que era capaz”, comentou Raquel.

- PUBLICIDADE -

Pedalar não é uma dificuldade para Eder Demétrio. A principal barreira que ele enfrenta é a comunicação pois tem total deficiência auditiva. O amigo Renan Lopes entende libras e o auxilia em muitos momentos. Os dois são exemplos de laços de amizade que se fortalecem enquanto vivem experiências que só podem ser concretizadas de forma coletiva.

O grupo Pedal Delas foi criado há dois anos por cinco mulheres que eram esposas ou amigas de ciclistas que não permitiam que elas pedalassem juntos. Em 2020, surgiu o Juntos Somos Mais Fortes para unir os amantes deste esporte. O primeiro faz parte do segundo e participa das organizações dos eventos. “Somos uma família, procuramos tratar todos com respeito, fazer da melhor forma possível. Erramos? Sim erramos. E quem não erra? Mas com os erros procuramos aprender para não errar novamente. Temos certeza que estamos no caminho certo pois o grupo só cresce”, comentou um dos organizadores, Leonardo Locks.

E neste domingo, dia 25, às 14 horas, outro grupo parte da Igreja Vila Nova, em Içara com roteiro de aproximadamente 70 quilômetros, passando por Morro da Fumaça e Urussanga.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.