Parque das Nações Cincinato Naspolini completa dez anos

Inaugurado em 2011, o ambiente é um atrativo para os moradores e turistas, além de remeter a história de Criciúma


- PUBLICIDADE -

O primeiro grande parque de Criciúma comemora dez anos de inauguração nesta segunda-feira (27). Remetendo a história do carvão e das etnias, o Parque das Nações Cincinato Naspolini é um atrativo para os moradores e visitantes. O espaço é todo voltado para a qualidade de vida, com equipamentos de lazer e recreação. Em comemoração à sua primeira década, a Prefeitura de Criciúma fará uma série de atividades no próximo domingo (3).

“Em 2011, inauguramos este espaço que mudou a região da Próspera e a nossa cidade. Antes, era uma área degradada e se tornou um local sinônimo de saúde e lazer. O Parque das Nações lembra a história do município, com as etnias e o carvão, mas também é voltado para o futuro. Hoje, já temos outros dois parques com o mesmo intuito: dar opções de recreação para os criciumenses e atrair visitantes. E estamos indo em direção da construção do quarto parque, agora, na região da Santa Luzia”, frisou o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro.

- PUBLICIDADE -

O parque tem uma área de 109 mil metros². O espaço possui academia, quadras poliesportivas, palco, quadras de areia, cancha de bocha, ciclovia e pista de caminhada e espaço pet. Além disso, o espaço possui uma réplica da estação ferroviária que existiu em 1923, em Criciúma. Com a capacidade de transportar até 40 passageiros, Terezinha 01, faz um passeio, gratuitamente, panorâmico pelo espaço.

Dez anos da Mina de Visitação

No mesmo ano do aniversário do parque, a Mina de Visitação Octávio Fontana completa a sua primeira década também. Localizada no bairro Naspolini, o local é uma viagem à época da extração do carvão mineral, que colocou Criciúma como referência no assunto em nível nacional. Hoje, ainda é destaque, por ser uma das seis minas de visitação do mundo e a única da América Latina.

Uma réplica de uma locomotiva de 1922 passa pelas galerias com dez pessoas por viagem. Em aproximadamente 30 minutos, a história do carvão e como ocorre a extração do mineral é apresentada.

Atualmente, ela é administrada pela Satc e funciona para visitação terça-feira, das 14h às 18h, e de quarta a domingo das 9h às 12h/13h às 18h.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.