MPF vai apurar possível omissão da UFSC em relação ao curso de medicina

O inquérito foi aberto a partir de uma manifestação do Centro Acadêmico Livre de Medicina, relatando a falta de professores e técnicos, o que estaria dificultando a continuidade do curso

Foto: Guilherme Cordeiro/ TN

- PUBLICIDADE -

O Ministério Público Federal (MPF) em Criciúma instaurou inquérito civil para apurar possível omissão da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e dos Ministérios da Educação e Economia em relação ao curso de Medicina do campus de Araranguá.

O inquérito foi aberto pelo procurador da República Fábio de Oliveira a partir de uma manifestação do Centro Acadêmico Livre de Medicina, relatando a falta de professores e técnicos, o que estaria dificultando a continuidade do curso.

- PUBLICIDADE -

O MPF já oficiou à UFSC e ao Ministério da Educação, requisitando informações.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.