Mercado Livre terá unidade em Morro da Fumaça

Estrutura do centro de distribuição tem 4 mil metros quadrados. Empresa começa a ser montada nesta próxima segunda-feira. Aproximadamente 30 funcionários já foram contratados

Divulgação

- PUBLICIDADE -

Érik Borges

Morro da Fumaça

- PUBLICIDADE -

Começa a ser instalada em Morro da Fumaça, nesta segunda-feira, dia 20, um centro de distribuição de uma das maiores empresas do mundo na área do comércio: o Mercado Livre. A empresa multinacional irá se instalar em uma estrutura de 4 mil metros quadrados, às margens da rodovia Genésio Mazon, nas proximidades do bairro Capelinha.

A empresa já contratou 30 funcionários e há vagas à disposição no Sistema Nacional de Emprego (Sine). A projeção é de que o centro de distribuição gere centenas de empregos diretos e indiretos. O local reunirá mercadorias a serem entregues a dezenas de cidades da região Sul do Estado.

O pavilhão em que a empresa será instalada faz parte dos 80 centros de distribuição que o Mercado Livre está construindo por todo o Brasil. No último ano, durante a pandemia, o crescimento do Mercado Livre, que oferece soluções de comércio eletrônico, foi de 500%.

De acordo com o prefeito de Morro da Fumaça, Noi Coral, esse novo empreendimento chegou na hora certa na cidade. “Estou no meu segundo mandato, justamente com o foco no desenvolvimento econômico da cidade. Eu tenho certeza que vai dar grande visibilidade ao município, porque o Mercado Livre é uma empresa de respeito e, talvez por ter essa unidade aqui, quem sabe venham novas empresas para ficarem próximas a esse centro de distribuição”, projeta Coral.

O prefeito de Morro da Fumaça se diz extremamente feliz e satisfeito com a instalação da empresa no município. Ele também reforça que o Mercado Livre tem uma grande importância em toda América Latina. “Já estamos em fase final de construção da primeira aérea industrial e adquirimos terreno para a segunda área industrial. Além disso, cursos foram disponibilizados pelo Senai. Então, para nós, o Mercado Livre veio na hora certa. Não é uma empresa que vai gerar muito imposto, mas ela acaba divulgando o município. E o ‘e-commerce’ é uma forte tendência de crescimento para o futuro”, pontua Coral.

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.