Maracajá: barbeiros fazem ação social para crianças do SCFV

Melhorar a auto-estima, promover o bem-estar e a cidadania, são alguns dos objetivos que um 'simples corte' de cabelo pode proporcionar para muitos que não têm acesso a um cabeleireiro

Foto: Divulgação

- PUBLICIDADE -

Na segunda-feira, dia 13/12, o Departamento de Assistência e Bem-Estar Social de Maracajá, por meio do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), em parceria com a Morretes Barbearia, promoveu uma ação social com cortes de cabelo gratuito para as crianças e adolescentes que participam do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

A ideia de promover a ação próxima ao Natal partiu do coordenador do SCFV, Fabrício João Rocha. Cliente da barbearia, ele conversou com os barbeiros Natan, Alison e Douglas, sobre a possibilidade de realizarem a ação. “Bastante solícitos, eles de imediato aceitaram e de forma voluntária realizaram cortes de cabelos nos meninos e meninas”, contou.

Fabrício agradeceu os profissionais, por dedicarem um tempo para fazer o bem para as crianças e adolescentes do SCFV. “São parcerias como essa, entre o público e a privada, que fazem a diferença. Nossa gratidão aos barbeiros por terem realizado essa ação, que teve grande importância para nossas crianças, já que muitas não podem pagar por um corte de cabelo”, relatou.

Arte na Cabeça

Os barbeiros também realizaram os desenhos no cabelo, que são conhecidos como hair tattoo, técnica em que os fios são modelados com a ajuda de máquina e navalha. “Hoje as crianças estão sempre ligadas no que está acontecendo e acabam se inspirando em artistas, jogadores de futebol e youtubes. E alguns dos nossos meninos acabaram realizando o desenho, o que os deixou fascinados. Foi  gratificante ver a felicidade deles”, concluiu Fabrício.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.