Içara: mais de 200 famílias são beneficiadas com projeto Cesta Verde

O projeto consiste em comprar os alimentos da agricultura familiar içarense para posteriormente distribuí-los às famílias cadastradas pela assistência

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

Esta quarta-feira, dia 19, marcou mais uma distribuição de alimentos do projeto Cesta Verde desenvolvido pela Secretaria de Assistência Social do Governo Municipal de Içara. O projeto consiste em comprar os alimentos da agricultura familiar içarense para posteriormente distribuí-los às famílias cadastradas pela assistência. Ao todo, foram distribuídas mais de 200 cestas que incrementam as outras quase 500 que já são entregues todos os meses para as famílias. O evento ocorreu na sede da Fundação Assistencial de Içara (FAI).

“O que ficou diferente agora é que as pessoas podem escolher o item que querem nas suas cestas. Nós montamos uma feira com quitandas e as pessoas escolhem os gêneros e com isso conseguimos permitir mais dignidade para as famílias”, explicou o secretário de assistência social Eduardo Zatta. “O outro lado positivo do projeto é que além de ajudarmos as famílias mais carentes, também conseguimos permitir renda para mais de 30 famílias da agricultura familiar”, completou.

- PUBLICIDADE -

“É uma iniciativa muito importante principalmente pelo modelo adotado, ou seja, permitindo que as famílias possam escolher seus alimentos. Isso significa mais respeito às famílias em vulnerabilidade de nossa cidade”, falou a prefeita Dalvania Cardoso. As cestas contém produtos como ovos, mel, poupa de frutas, maçã, batatas, todos os verdes, além de feijão, farinha de mandioca, entre outros. O convênio com a Cooperativa da Agricultura Familiar (Coopafi) foi assinado até o mês de dezembro.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.