Fim de julho será congelante em SC, com mínimas recordes

O dia mais frio deverá ser na próxima quinta-feira

Foto: Imagem ilustrativa/Pixabay

- PUBLICIDADE -

O frio que tem sido marca registrada no mês de julho, dá uma trégua nos próximos três dias, e chega até fazer calor para época do ano em SC nas tardes de sábado a segunda-feira (24 a 26), com máximas de 25 a 30°C na maioria das regiões. Mas, “o calorzinho” é passageiro, pois no decorrer da terça-feira (27) uma frente fria avança em SC, provocando chuva e na sequencia há previsão de declínio acentuado de temperatura com a chegada de uma nova e intensa massa de ar frio.

Se a previsão confirmar, a massa de ar polar deve ser a mais forte do inverno de 2021, se igualando e até superando massas que atuaram em julho dos anos 2000 e 2013, e vai deixar a temperatura baixa nos últimos dias de julho. As informações são de Gilsânia Cruz e Marcelo Martins, meteorologistas da Epagri/Ciram.

- PUBLICIDADE -

O pacote de frio deve ser completo, novamente com quebra de recorde de temperatura mensal e absoluto (registro de toda série histórica) na maioria das regiões, temperatura negativa com geada generalizada em SC, mais forte nas áreas altas do estado (acima de 700/800m), com possíveis prejuízos para a agricultura. Outros setores, como pecuária, piscicultura e carcinicultura também podem ser afetados devido ao frio intenso. Não se descarta a possibilidade de chuva congelada e neve do Oeste ao Planalto, especialmente Planalto Sul, na quinta-feira (29).

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.