Família celebra 150 anos do imigrante Giovanni Battista Fontanella

Homem foi o responsável por construir a Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição, de Urussanga


- PUBLICIDADE -

Urussanga

O imigrante italiano Gio Batta (irmão de Giovanni) chegou ao Brasil em 1881 e escreveu uma carta ao seu pai Domenico, na Itália, incentivando-o para que embarcasse ao Brasil, onde haviam muitas terras e oportunidades de trabalho. Deste modo, o imigrante italiano Giovanni Battista Fontanella, com origens na localidade de Pirago, comune de Longarone, província de Bellune, região do Vêneto, no ano de 1882, emigrou para o Brasil com 11 anos.

- PUBLICIDADE -

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

Acompanhou seu pai, Domenico Fontanella, a madrasta, Giacoma Damian Preve, e os irmãos Angelo e Lúcia, respectivamente com 16 e 17 anos. Cruzaram o Atlântico em busca de um novo lar, numa América que era “lunga e larga”. Da família permaneceu na Itália uma irmã já casada. Assim como aconteceu com todos os imigrantes que deixaram para trás a terra natal, os vizinhos, muitos amigos e parte de suas almas.

O primeiro destino de Domenico foi a comunidade de Rio Maior, porém logo se estabeleceu no centro de Urussanga, em terras adquiridas da família Bez Batti. Viúvo de Catarina Bez, ainda na Itália, Domenico casou-se com a também viúva Giacoma Damian Preve, unindo deste modo as duas famílias.

Grande construtor de casas e igrejas, Giovanni Battista Fontanella foi o responsável pela construção da Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição, de Urussanga – maior simbolo da fé dos imigrantes na cidade e emblemático cartão postal.

Em 15 de agosto de 1953 o povo de Urussanga externou a sua gratidão e reconhecimento com uma placa na fachada da igreja matriz, nas palavras do padre Luigi Gilli proferida no dia da homenagem.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.