Eucaliptos do Parque de Maracajá são utilizados na manutenção do espaço

A madeira está sendo utilizada na reforma das trilhas, nos recintos dos animais e a madeira roliça utilizada na reforma e construção de novos quiosques

Foto: Divulgação/ Carla Costa

- PUBLICIDADE -

O Governo do Município de Maracajá, por meio do Departamento de Meio Ambiente e Turismo, realizou a retirada de 30 pés de eucaliptos do Parque Ecológico Municipal Thomaz Pedro Rocha.

Segundo o Secretário de Meio Ambiente e Turismo, Geraldo Leandro, os eucaliptos além de ter uma idade bem avançada, haviam sido atingidos por raios, o que acabou os danificando e colocando em risco os visitantes do Parque. “A bióloga analisou as árvores e constatou a necessidade da retirada, pois os riscos eram iminentes, com isso entramos em contato com diversas madeireiras da região para ver se havia interesse, porém elas queriam cobrar da Prefeitura a retirada e ainda ficar com a madeira”, detalhou Geraldo.

- PUBLICIDADE -

O prefeito Anibal Brambila descartou a ideia de pagar uma madeireira e solicitou uma força tarefa do Departamento de Obras e dos funcionários do Parque Ecológico para fazer a extração da madeira. “Contratamos um profissional para fazer o corte com uma motosserra, e os demais funcionários auxiliaram na retirada com uma escavadeira hidráulica. Depois realizaram a separação dos galhos, gravetos e folhas”, explica Brambila. O prefeito relatou ainda que após a limpeza, as toras foram encaminhadas a uma madeireira para serrar, sendo que apenas três árvores renderam 3,5 m³ de madeira.

Manutenção do Parque

A madeira retirada dos eucaliptos está sendo usada na manutenção do Parque Ecológico. Conforme o diretor de Turismo, Dilnei Fausto Borges, a madeira está sendo utilizada na reforma das trilhas, nos recintos dos animais e a madeira roliça utilizada na reforma e construção de novos quiosques. “Se tivéssemos que adquirir madeira para essas necessidades pagaríamos um valor bem significativo, porém reaproveitamos a madeira retirada do próprio Parque para fazer estes trabalhos, gerando economia aos cofres públicos”, disse Dilnei. Ele salientou que o objetivo destas melhorias é oferecer melhor atendimento e mais conforto aos visitantes e turistas.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.