Estadual: vacinação de adolescentes e idosos seguirá lenta nesta semana

Ministério vai liberar imunizantes para estes grupos apenas após 15 de setembro

Fonte: Rede Catarinense de Notícias

- PUBLICIDADE -

Após uma semana da autorização para que os municípios de Santa Catarina iniciem a imunização de adolescentes entre 12 e 17 anos e de idosos acima de 70 anos com a dose de reforço, houve pouco avanço no número de doses aplicadas. O principal problema é o baixo número de vacinas entregues pelo Ministério da Saúde.

Segundo decisão da Comissão Intergestores Tripartite (CIT), que reúne gestores de saúde nacionais, estaduais e municipais, o Ministério vai liberar imunizantes para estes grupos apenas após 15 de setembro. O foco é finalizar a imunização de todos os adultos nos estados que estão mais atrasados.

- PUBLICIDADE -

Segundo os dados do órgão, alguns estados do Sul e do Sudeste já estariam prontos para iniciar a imunização de adolescentes, mas esse prazo servirá para que todos caminhem juntos na vacinação.

Até o início de setembro, Santa Catarina tinha 129 cidades vacinando público acima de 18 anos. As outras 166 estariam prontas para avançar ao próximo grupo.

“A partir do dia 15 eles começam a mandar doses para esses grupos. O Ministério da Saúde está segurando as doses em virtude dos estados terem feito essa antecipação de aplicação”, disse o presidente do Conselho de Secretariais Municipais de Saúde de SC (Cosems/SC) e secretário de Tubarão, Daisson Trevisol.

Segundo ele, o Estado pode finalizar a dose de reforço dos idosos ainda em setembro, mas dependerá da entrega dos imunizantes. Já com os adolescentes, existe a exigência da oferta de doses da Pfizer (única autorizada para este grupo), o que dificulta a aceleração.

Para Trevisol, a aplicação da dose de reforço nos idosos deve encerrar antes do fim da imunização dos adolescentes.

Até esta quarta-feira (8), o vacinômetro estadual registrava 15 mil doses aplicadas em adolescentes para um grupo estimado em 550 mil pessoas. Não há informações estaduais sobre a aplicação extra aos idosos. As doses estão sendo aplicadas a partir das “sobras” de outros lotes.

Há previsão de chegada de mais 93,6 mil doses de Pfizer nesta quarta, às 19h10. Destas, a maioria – 59.670 – são para D2 e uma pequena parte – 33.930 – para D1.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.