Eficiência energética: com apoio da Celesc, Satc irá investir R$ 660 mil

Proposta receberá R$ 501 mil da Celesc e restante será contrapartida da instituição

Foto: Divulgação/ Satc

- PUBLICIDADE -

Criciúma

A Satc iniciará nos próximos meses um grande projeto de eficiência energética. Selecionada na Chamada Pública da Celesc a instituição receberá da estatal R$ 501 mil e investirá mais R$ 160 mil na troca de mais de 2.800 lâmpadas. Entre 55 propostas inscritas, 10 foram aprovadas e envolvem valores na ordem de R$ 15,8 milhões, contemplando projetos de eficiência energética em todo estado.

- PUBLICIDADE -

A iniciativa da instituição alinha ações concretas ao que é proposto pelos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) e integra a plataforma Satc 2030. Será feita a troca das lâmpadas antigas por novas de LED e com certificação do selo Procel, o que garante maior eficiência e durabilidade.

“A possibilidade de substituir equipamentos vai além da eficiência energética, mas traz a educação. Haverá melhorias na iluminação, que é algo que será perceptível às pessoas. Mas o processo educacional extrapola os muros da instituição. A Satc, como signatária e coordenadora dos programas do movimento ODS aqui na região fica feliz em poder contar com esse auxílio para modernizar as atividades e ter uma ação do ponto de vista educacional”, reforça o diretor geral da Satc, Carlos Antônio Ferreira.

O projeto na Satc foi elaborado e será executado pela empresa P3 Engenharia, com a coordenação do professor Anderson Spacek. “A P3 fez o diagnóstico e identificou onde será feita a substituição. Teremos uma melhora no conforto visual, com ambientes mais iluminados, mas também uma redução no consumo de energia”, ressalta Spacek.

Para fazer o levantamento das unidades que serão trocadas e conhecer os ambientes da instituição, os técnicos da P3 Engenharia contaram com o apoio dos colaboradores Leonardo Marghoti dos Santos e Max Steiner, que integram a equipe de Manutenção Elétrica da Satc. Assim que for autorizado o início dos serviços, a previsão é que sejam executados num prazo de até 12 meses.

Sobre a Chamada Pública 

A ordem de serviço foi assinada pelo governador Carlos Moisés e o presidente da Celesc Cleicio Poleto Martins. A proposta foi selecionada na Chamada Pública, para projetos de eficiência energética (PEE Celesc/Aneel). Serão investidos R$ 15,8 milhões em iniciativas que vão contemplar hospitais, indústrias, entidades e municípios.

Conforme dados da Celesc, as propostas selecionadas vão beneficiar mais de 1 milhão de pessoas direta e indiretamente, promovendo uma economia de 6,8 MWh de energia por ano.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.