Criciúma: quatro empresas se interessaram em gerir rotativo

Minuta de contrato para concessão do estacionamento, em Criciúma, foi apresentada ontem em audiência pública

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

Quatro empresas já demonstraram interesse em gerir o estacionamento rotativo em Criciúma, que será modernizado e passará por diversas mudanças após concessão do serviço para quem vencer o processo licitatório. A informação foi divulgada pelo representante da empresa de consultoria que apresentou a minuta de contrato em transmissão online.

Embora a licitação ainda não tenha sido lançada, essas quatro empresas já procuraram o município para se inteirar sobre o assunto e formularem suas propostas a serem enviadas no prazo estabelecido. De acordo com o contrato previsto, todas as etapas de implantação serão concluídas em três anos.

- PUBLICIDADE -

Porém, de acordo com o coordenador do estacionamento rotativo em Criciúma, Frank Bez Fontana, a previsão é que ate o fim do ano a empresa vencedora possa estar atuando. “Ainda tem que passar pelo crivo do Tribunal de Contas”, acrescenta Fontana. Ele conta que empresas já se mostraram interessadas em saber sobre a concessão. “Já nos ligaram pedindo informação”, revela Fontana.

A primeira etapa será concluída 60 dias após a finalização da fase de preparação. E entre as novidades dessa primeira fase, que já terá mais de 2,4 mil vagas, será feita a instalação de softwares necessários para o início da prestação dos serviços, como disponibilidade de aplicativos a serem acessados por celulares, assim como instalação de pontos de atendimento, adequações necessárias na via, como sinalização e orientações aos usuários.

Uma novidade que será implementada é o fracionamento da tarifa básica de R$ 2,50 através do smartphone. Funciona assim: uma hora será dividida em quatro partes. Ou seja, se o motorista usar a vaga por apenas 15 minutos, ele pagará R$ 0,62. “Avalio como muito importante o avanço do Rotativo com a tecnologia. Com toda certeza vai melhorar muito, principalmente pela tecnologia aplicada e fracionamento da hora”, declara Fontana.

Haverá também a colocação de totens (terminais) de autoatendimento, assim como monitores (funcionários) presentes nos locais de abrangência do serviço.

Todo o município

A concessão do estacionamento rotativo não serve apenas para a área Central do município. Com todas as etapas de implantação concluídas, compreende 4.975 vagas. E caso haja viabilidade, a empresa vencedora poderá implementar o serviço em outras áreas além do Centro de Criciúma. Pois a concessão é disponibilizadas para todo o território criciumense.

A concessão visa proporcionar autonomia para o município democratizar o uso do espaço público urbano, visando a mobilidade urbana.

A terceirização da administração do rotativo prevê a modernização, ampliação no número de vagas fiscalizadas e opções de pagamento como cartões de crédito, débito, boleto e pix. Atualmente, existem cerca de 750 vagas no Centro de Criciúma, único local que recebe monitoramento no município.

Além do Centro, o Rotativo prevê abrangência no bairro Comerciário (nas proximidades do estádio Heriberto Hülse) e também nos bairros Próspera, Santa Luzia e Rio Maina. “É uma reivindicação desses bairros, porque os moradores não conseguem estacionar os veículos”, diz Fontana.

Com os recursos tecnológicos que estarão disponíveis, os agentes de trânsito saberão em tempo real qual veículo apresenta, ou não, irregularidades. Além disso, haverá um sistema de leitura de placas e os usuários poderão realizar a compra de créditos por meio de aplicativos, em totens dispostos nas ruas e, também, em lojas conveniadas.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.