Criciúma bate novo recorde em aplicação de vacina contra Covid-19

Durante a quinta-feira (22), mais de 5,9 mil doses foram aplicadas na população acima de 32 anos, grupos prioritários e segunda dose

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

O Governo de Criciúma, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, alcançou novo recorde em aplicação de vacinas contra Covid-19. Durante essa quinta-feira (22), foram aplicadas mais de 5,9 mil doses de vacina em pessoas acima de 32 anos, grupos prioritários e segundas doses. As 46 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) estarão atendendo nesta sexta-feira (23), em horário normal das 8h às 17h, para dar sequência ao Plano Municipal de Imunização (PNI), com cerca 800 doses restantes nas faixas etárias e grupos prioritários previstos. “Vacina boa é vacina no braço”, enfatizou o prefeito Clésio Salvaro, ainda chamando atenção das pessoas para que procurem a imunização contra covid.

“Não restaram muitas doses para primeira aplicação, então é importante que as pessoas entrem em contato com sua unidade de saúde para verificar. Continuamos na expectativa de receber mais doses e baixar a faixa etária na próxima semana”, destacou o secretário de Saúde Acélio Casagrande, ainda comemorando o número recorde de aplicações. A lista de UBSs com sala de vacina e contato, pode ser encontrada em www.minhavacina.criciuma.sc.gov.br.

- PUBLICIDADE -

Segunda dose

A aplicação da 2ª dose segue o cronograma conforme marca de vacina. Sendo que as pessoas que fizeram a 1ª dose da AstraZeneca até 14/05, podem se vacinar nesta sexta-feira (23), e quem fez nos dias 15/05, 16/05 e 17/05, pode procurar as UBSs na próxima segunda-feira (26).

Para serem imunizadas, todas as pessoas devem estar previamente cadastradas no portal Minha Vacina.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.