Criciúma: asilo São Vicente de Paulo cria “Selo Parceiro do Asilo”

O Asilo é uma instituição social sem fins lucrativos que precisa do apoio da sociedade para se manter, para isso busca parcerias e doações que ajudem a custear as despesas mensais

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

O Asilo São Vicente de Paulo criou o Selo Parceiro do Asilo, que será entregue para as empresas que contribuem mensalmente com a instituição.

O selo será representado por um quadro personalizado, como forma de agradecimento pelo gesto e apoio prestado ao Asilo. “O selo foi pensando com o objetivo de agradecer e de certa forma homenagear as empresas que contribuem financeiramente com a nossa instituição. Precisamos muito do apoio da sociedade para manter o nosso trabalho e a nossa missão, que é acolher com amor a pessoa idosa, proporcionando bem-estar e qualidade de vida”, relata Izamara Fabre Custódio, Analista de Captação de Recursos do Asilo.

- PUBLICIDADE -

Dentre as empresas parceiras, a Copaza Descartáveis Plásticos, que está há 30 anos no mercado, contribui mensalmente com a instituição. “Desde da época do Sr. Domerval Zanatta, fundador da empresa, ele sempre primou por ajudar o Bairro da Juventude e o Asilo São Vicente. Pois ele considerava serem instituições de grande importância e relevância na nossa região. Após o falecimento dele, a administração atual optou por manter as contribuições por ter a mesma percepção que ele tinha. Ficamos honrados e gratos por fazer parte dessa história, e pretendemos permanecer contribuindo por muitos anos”, declarou José Rogerio Marcelino.

O Asilo é uma instituição social sem fins lucrativos que precisa do apoio da sociedade para se manter, para isso busca parcerias e doações que ajudem a custear as despesas mensais. Empresas interessadas em contribuir com a instituição podem fazer contato através do (48) 99954-8670, pelo e-mail: capacitacaoasilosaovicente@gmail.com ou através das nossas redes sociais @asilosaovicentedp

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.