Criciúma acerta detalhes de logística para vacinação contra coronavírus

Seringas, agulhas e 40 câmaras frias já foram adquiridas. Município também vai realizar capacitação com vacinadores

Foto:Arquivo Decom
- PUBLICIDADE -

A Secretaria de Saúde de Criciúma está planejando os últimos detalhes para a imunização da população contra a Covid-19. Seringas, agulhas e 40 câmaras frias, sendo uma com capacidade de mil litros, já foram adquiridas. Agora, a pasta aguarda definições do Ministério da Saúde para iniciar a capacitação de vacinadores e definir os locais de vacinação.

“Estamos esperando o informativo do Estado com as normas técnicas. A partir disso, vamos nos reunir com os profissionais para orientá-los. Também encaminhamos um e-mail para cada unidade de saúde. Queremos escutar todas as ideias. Alguns vão querer fazer de forma domiciliar, outros em centros comunitários. Isso tudo está sendo estudado e alinhando para atender a população da melhor forma possível”, explicou a enfermeira do setor de Imunização Liane Magnus da Silva.

- PUBLICIDADE -

O município também já adquiriu 40 câmaras para a refrigeração das vacinas em um processo licitatório, realizado em dezembro. A empresa vencedora foi a Biotecno Indústria e Comércio, que tem até o final deste mês para entregar os equipamentos.

Insumos

Além dos refrigeradores, Criciúma já possui um estoque de 12 mil seringas e 30 mil agulhas, que deve ser ampliado nos próximos dias. “Hoje temos um quantitativo considerável, mas vamos adquirir mais 25 mil itens de cada, através do consórcio CISAMREC. Apesar de ser responsabilidade do Governo de Santa Catarina disponibilizar os insumos, queremos ter uma reserva própria para garantir a imunização da população”, comentou.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.