Covid: Vacinação em pessoas com comorbidades inicia nesta semana em SC

Novo grupo prioritário deve receber imunização a partir de quarta-feira, seguindo critérios estabelecidos pela Secretaria de Saúde

Foto: Divulgação/ Amanda Farias

- PUBLICIDADE -

Criciúma

Um novo grupo prioritário será contemplado com a vacina contra o coronavírus a partir de quarta-feira, dia 5. Conforme a Secretaria de Estado da Saúde, pessoas que possuem comorbidades, deficiência permanente, gestantes e puérperas serão as próximas a serem atendidas na estratégia de imunização. A próxima remessa enviada às regionais já será parcialmente destinada a esse público.

- PUBLICIDADE -

De acordo com o diretor da Diretoria Vigilância Epidemiológica (Dive) de Santa Catarina, João Augusto Brancher Fuck, quase um milhão de pessoas fazem parte do novo grupo prioritário a receber a dose da vacina. “Foi discutido na reunião da Comissão Intergestores Bipartite, critérios de priorização desse grupo para que a gente então consiga, de forma organizada, vacinar todos eles conforme o recebimento de doses”, explica.

Nesta primeira fase, considerando o número de doses disponíveis, serão priorizados seis grupos. “Pessoas que fazem diálise, os doentes renais crônicos, as gestantes e puérperas com comorbidades, as pessoas com síndrome de Down e com deficiências permanentes que recebem Benefício de Prestação Continuada e as que fizeram transplante de órgãos sólidos ou de medula óssea”, acrescenta Fuck.

Na segunda fase, será iniciada a vacinação dos grupos de pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente, gestantes e puérperas independentemente de condições pré-existentes, de forma escalonada, da maior para a menor idade: 54 a 50 anos; 49 a 45 anos; 44 a 40 anos; 39 a 35 anos; 34 a 30 anos e29 a 18 anos.

“É um momento importante, o Estado avançou na vacinação dos grupos prioritários, acredita e tem acompanhando junto ao Ministério da Saúde para que a gente consiga ter remessas semanais e consiga concluir esse grupo no menor espaço de tempo”, finaliza o diretor da Dive.

Comprovação

De acordo com o gerente de imunização da Dive/SC, Arieli Fialho, para a comprovação da condição de risco, as pessoas com comorbidades podem apresentar qualquer comprovante que demonstre que ela pertence a um dos grupos de risco como exames, receitas, relatórios e prescrições médicas. Os cadastros já existentes dentro das Unidades de Saúde também podem ser utilizados.

CONFIRA O NOVO GRUPO PRIORITÁRIO:

  • Pessoas com Síndrome de Down, independente da idade (18 a 59 anos);
  • Pessoas com doença renal crônica em terapia de substituição renal (diálise), independente da idade (18 a 59 anos);
  • Pessoas transplantadas de órgão sólido ou de medula óssea, independente da idade (18 a 59 anos);
  • Gestantes e puérperas com comorbidades*, independente da idade (maiores de 18 anos);
  • Pessoas com Deficiência Permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC), independente da idade (18 a 59 anos);
  • Pessoas com Comorbidades e Deficiência Permanente de 55 a 59 anos.
-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.