Covid-19: Mapa aponta todas as regiões no nível azul

Pela primeira vez, desde que há a divulgação do nível de risco, Santa Catarina está completamente no nível moderado para a doença


- PUBLICIDADE -

Florianópolis

Pela primeira vez, desde que é divulgada a Matriz de Risco Potencial para Covid-19, em Santa Catarina, todas as regiões do Estado estão no nível de risco moderado (azul). O mapa é divulgado nas tardes de sábado e a prévia foi postada no perfil oficial do governador Carlos Moisés da Silva, no Instagram. Na semana passada, dia 4, as regiões da Amesc, Grande Florianópolis, Médio Vale do Itajaí e Xanxerê estavam classificadas no nível alto (amarelo), mas apresentaram melhora nos índices e agora estão no azul (moderado).

- PUBLICIDADE -

A última vez que a Matriz classificou uma região no nível Grave foi no dia 01 de outubro e, no nível Gravíssimo, no dia 11 de setembro. De lá para cá, houve avanço na vacinação que, alinhado a uma redução na taxa de ocupação de leitos de UTI Adulto com pacientes diagnosticados com Covid-19 e na taxa de mortalidade, vem mantendo a tendência de redução da gravidade da pandemia em todas as Regiões do Estado.

Impacto da vacinação na redução de casos e óbitos por Covid-19

A vacinação contra a Covid-19 teve início no dia 18 de janeiro de 2021, e até fevereiro, pouco mais de 63.543 catarinenses estavam com o esquema vacinal completo. Na medida em que a vacinação foi avançando, o número de mortes por Covid-19 foi gradualmente reduzindo.  Nos meses de março a maio foram registrados 7.914 óbitos, enquanto 762.904 pessoas estavam com o esquema vacinal completo. Nos meses de junho a agosto houve 3.290 mortes, quando 2.472.827 pessoas estavam vacinadas. Isso representa uma queda de 58,4% nos óbitos e um aumento de 224% no número de pessoas vacinadas, quando comparado os períodos de março-maio com junho-agosto.

Já no período de setembro a novembro, foram registradas 1.188 mortes, com um total de 5.011.080 pessoas completamente vacinadas. Comparando-se com o período anterior, houve uma redução de 63,9% nos óbitos por Covid-19, paralelo a um aumento de 103% na vacinação.

O principal objetivo da matriz de risco é ser uma ferramenta de tomada de decisão. A nota final do mapa de risco considera um intervalo de variação mais adaptado para cada nível, sendo de 1 a 1,9 como moderado, 2 a 2,9 como alto, 3 a 3,9 como grave e igual a 4 como gravíssimo.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.