Conclusão da SC-442 mais próxima da realidade

Governo do Estado publicou ontem o resultado do processo licitatório. Empresa vencedora apresentou a proposta de R$ 8,4 milhões

Foto: Lucas Colombo/ Arquivo TN
- PUBLICIDADE -

Cocal do Sul/ Morro da Fumaça

Uma obra que deve impulsionar ainda mais o desenvolvimento da região. Após um longo período de espera, a conclusão da SC-442, que liga Cocal do Sul a Estação Cocal, em Morro da Fumaça, está mais próxima da realidade. Ontem, dia 26, o Governo do Estado de Santa Catarina publicou a homologação do resultado do processo licitatório que definiu a empresa responsável pela finalização do trecho. A proposta vencedora apresentou o valor de R$ 8,4 milhões.

- PUBLICIDADE -

Serão 3,5 quilômetros de pavimentação executados pela empresa Consórcio Setep – Iguatemi. “Para nós, aqui, é muito importante, porque além de minimizar os problemas que têm causado o tráfego de caminhões ali no Distrito de Estação Cocal, também vai ajudar a impulsionar as áreas industriais aqui do município, que vão ser próximas à saída da rodovia Genésio Mazon. Nós estamos adquirindo mais um terreno bem na chegada da via, para a segunda área industrial, que vai impulsionar toda a economia da cidade e, além disso, vai contribuir com a mobilidade urbana”, enfatiza o prefeito de Morro da Fumaça, Noi Coral.

O prefeito de Cocal do Sul, Fernando de Fáveri, que no mês passado se reuniu juntamente com o seu vice, Érik Pereira Zeferino e com coordenador regional da Secretaria de Infraestrutura (SIE), Gustavo Tauffembach, comemora mais esse passo dado para a conclusão do trecho. “Nós, que participamos desde o início da estadualização dessa estrada, de todo o primeiro processo do Deinfra, de todas as audiências públicas, do início da obra, da paralisação da obra, agora, nesse momento, poderemos ver a conclusão da mesma, faltando quase de 800 metros da parte de Cocal, um pouco mais em Morro da Fumaça, mas concluindo essa obra tão sonhada não só pela população desses dois municípios, mas de toda a região”, celebra.

Em Cocal do Sul, são aproximadamente 800 metros, próximo à Eliane Revestimentos, que faltam para a conclusão. “Vai alavancar todo o desenvolvimento, é muito importante para a nossa produção ser escoada, para os produtos chegarem às nossas cidades, para que a gente possa ter uma mobilidade urbana melhor. Estamos muito felizes recebendo essa informação, estivemos acompanhando todas as questões burocráticas que envolviam a rodovia em si. A cidade e a região só têm a ganhar com a conclusão dessa obra. Que as máquinas ronquem o mais rápido possível e a conclusão também”, finaliza De Fáveri.

Próximo passo

O próximo passo é o acordo por meio de um Regime Diferenciado de Contratação Integrada (RDCI). Com esta etapa da licitação concluída, em até 90 dias estará sendo assinado o contrato com a empresa vencedora para o início das obras.

 

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.