Cocal do Sul dá início à Campanha do Agasalho 2021

Entre os pontos de coleta estão algumas lojas cadastradas na CDL, escolas, postos de saúde, Defesa Civil e Lions Clube

Foto: Divulgação/ Amanda Farias
- PUBLICIDADE -

O município de Cocal do Sul deu início, nesta segunda-feira (31), à campanha do agasalho de 2021, com o objetivo de mobilizar toda a população para proporcionar um inverno mais aquecido às famílias vulneráveis. Esta é uma iniciativa da Prefeitura, por meio da Secretaria de Assistência Social, em parceria com o Lions Clube, igrejas, CDL e Defesa Civil.

“As pessoas poderão contribuir com doações de roupas, calçados, cobertores e quaisquer itens para ajudar a aquecer aqueles que precisam, para isso basta fazer as doações nas lojas que estarão com os pontos de coleta, além das igrejas e órgãos da Prefeitura (ESFs, escolas, Secretaria de Saúde, Assistência Social e Lions Clube); haverá caixas coletoras para receber as doações e ajudar aqueles que sofrem com o frio”, comenta a coordenadora da Assistência Social do município, Patrícia de Lucca.

- PUBLICIDADE -

Dessa forma, além de arrecadar agasalhos e cobertores nos pontos de coleta, a ação também aceitará doações de alimentos não perecíveis que poderão ser doados nos dias de vacinação em sistema drive-thru, para auxiliar as famílias a enfrentarem o inverno e os impactos da pandemia.

“A campanha busca levar um pouco de conforto para os momentos mais frios do inverno que se aproxima e aquecer os dias e noites das famílias cadastradas na Assistência Social”, frisa Patrícia.

Pontos de coleta:

CDL, Carpetes Cocal, Loja Bosa, Flor de Lotus, Atrevida, Motosul, Bom Preço, Zanette Confecçoes, além da Prefeitura, postos de saúde, escolas, igrejas, Defesa Civil e Lions Clube.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.