Autoridades orientam sobre restrições do lockdown em Forquilhinha

Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Defesa Civil visitaram os estabelecimentos comerciais para reforçar sobre a obrigatoriedade e uso correto da máscara, disponibilizar álcool gel e o distanciamento social e outras medidas de enfrentamento à Covid-19

- PUBLICIDADE -

Forquilhinha

Com o novo decreto Nº 1.172, do Governo do Estado, que institui o lockdown, desde às 23h de a última sexta-feira (26) até as 6h de segunda-feira, dia 1, uma ação conjunta em Forquilhinha ampliou o seu papel de fiscalização. Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Defesa Civil visitaram os estabelecimentos comerciais para reforçar sobre a obrigatoriedade e uso correto da máscara, disponibilizar álcool gel e o distanciamento social e outras medidas de enfrentamento à Covid-19.

- PUBLICIDADE -

“A ação tem o objetivo de frear a proliferação da Covid-19. Dessa forma, os órgãos responsáveis pela segurança pública e defesa civil clamam pela consciência da população com os cuidados de uso de máscaras, álcool gel, distanciamento social e durante o lockdown saiam de casa somente o necessário”, explicou o secretário de assistência social, Diego Melo.

O 1º tenente comandante de Forquilhinha da 4ª Companhia do 9º Batalhão de Polícia Militar destacou a importância da conscientização da população. “A pandemia da Covid-19 chegou a um estágio bastante grave. Precisamos da cooperação e da conscientização da comunidade. Ampliamos a fiscalização e, nos casos de descumprimento, estamos aplicando as medidas cabíveis: notificação, interdição e Termo Circunstanciado pelo crime do Art. 268, do Código Penal. Nas operações contamos com Policiais Militares vindos de Florianópolis para apoiar nosso efetivo orgânico”.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.