As mães do Hospital São José: ternura e amor ao próximo na rotina diária

A palavra mãe sempre será um dos termos mais doces que se pode ouvir. Mãe é sinônimo de amor, de afeto, de gratidão, e sim; estas mulheres merecem nosso carinho, respeito e dedicação por tanto

Hiana atua no laborato´rio interno do Hospital São José Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

No Hospital São José, o número de mulheres é significativo. Em um “universo” de 1.681 colaboradores, 1.348 são mulheres, destas, 705 são mães.

No hospital, como em qualquer outro lugar, a grande maioria das mães desempenha vários papéis e funções, seja nas horas de trabalho, horas de atividades em casa, cuidados com os filhos e muito mais.

- PUBLICIDADE -

A vida da Bioquímica, Hiana Fernandes Garcia, não é diferente. No HSJosé, Hiana atua no laboratório interno da entidade. O local nos últimos meses teve um crescimento significativo de exames devido à demanda da instituição, e mesmo assim, o trabalho e dedicação continuam sendo de excelência. “A gente faz o melhor sempre, no trabalho e em casa. Entendo que realizar as atividades com carinho para as pessoas em nossa volta é amor. Aqui, em casa com os filhos e família, tudo envolve o instinto maternal que é este ato de cuidar do outro”, aponta a bioquímica.

No Hospital São José, em todos os cantos é possível ver o cuidado de uma mãe. No setor de costura, observamos o amor de mãe por todos os lados. A mesa onde as mulheres trabalham tem o toque de mãe, a dobra das roupas tem o jeito de mãe, o armário onde as peças produzidas são armazenadas tem as mãos de uma mãe que se preocupou em tudo e com tudo.

“Esse jeito de ser, essa preocupação com detalhes é algo da gente que é mãe. Aqui em nosso setor, ficamos atentas se a roupa produzida vai ficar confortável, se o lençol costurado ficará bem passado, se os travesseiros produzidos para os pacientes da UTI ficarão macios, se o protetor de orelha para pacientes que precisam ficar pronados vai ajudar. Pensamos em tudo, justamente para fazer o melhor, e com muito amor e carinho para as pessoas. E sinto que isso é um toque de mãe mesmo”, comenta Maria da Graça Macedo Cancelier, costureira do HSJosé há 12 anos.

Para muitos, fazer esta demonstração de carinho é sim um gesto de amor ao próximo. “Entendo que a palavra mãe, contém o amor infinito, capaz de dobrar-se sobre seu filho para proteger de tudo que o possa ferir e de todos os perigos. E digo: filhos, abrace e declare seu amor incondicional àquela que lhe carregou nove meses em seu ventre, lhe acariciou no colo, lhe cuidou e não deixou que faltasse o necessário para você estar aqui. E você mãe: acaricie seu filho e torne-se eterna em sua memória”, finaliza Irmã Isolene Lofi, diretora Geral do HSJosé, deixando um carinho e mensagem para todas as mães, e em especial para as mães do Hospital São José.

Maria é costureira e dá seu toque de mãe a cada peça produzida Foto: Divulgação

 

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.