Araranguá: cinco toneladas de entulho recolhidas das margens do rio

Aproximadamente 150 voluntários participaram da ação, que iniciou pela manhã de sábado e prolongou-se até o início da tarde.

Foto: Divulgação Samae Araranguá

- PUBLICIDADE -

Ó Projeto Arco-íris recolheu neste sábado, dia 4, mais de cinco toneladas de materiais, entre os quais pneus, geladeiras, sofás, colchões, louças sanitárias – que estavam depositados junto às margens do Rio Araranguá.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

20 “Esta é a primeira edição deste evento, cujas finalidades são aumentar a conscientização das pessoas sobre a importância do meio ambiente e da água, bem como recolher estes materiais equivocadamente depositados nas margens do Rio Araranguá”, destacou o diretor geral do Samae, Jairo do Canto Costa.

O diretor superintendente da Fama, Maureci Raul Rodrigues não escondeu sua satisfação e alegria com o sucesso do evento: ‘Expresso minha gratidão a todos os voluntários e apoiadores pelo intenso trabalho e dedicação deste sábado. Graças a garra, disciplina e união conseguimos recolher aproximadamente cinco toneladas de materiais maléficos ao Rio Araranguá e a mata ciliar’, afirmou.

Maureci também antecipou que, o plano é realizar a segunda edição do Projeto Arco-Íris já em fevereiro de 2022. Ele também enalteceu o incentivo do Poder Público Municipal que jamais avaliou a possibilidade de fechar à Fama, órgão importante para a preservação do meio ambiente municipal.

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.