Apoiadores possibilitam reforma de brinquedoteca na Casa Guido

Espaço recebe as crianças e adolescentes atendidos pela instituição para momentos de entretenimento em meio ao dia a dia de tratamento

Foto: Divulgação/ Mayara Cardoso
- PUBLICIDADE -

Fantasias, bonecos, jogos de tabuleiro, livros e os mais variados tipos de brinquedo integram a gama de possibilidades disponível na Brinquedoteca da Casa Guido para acesso de crianças e adolescentes assistidos pela instituição. Colorido e lúdico, o espaço é um dos principais da Casa. É ali que crianças e adolescentes em tratamento do câncer deixam suas preocupações e mergulham em um universo imprescindível para essa fase da vida: o brincar.

A estrutura foi reinaugurada nesta segunda-feira (2/8) após período interditada por conta da pandemia e de uma reforma no espaço. As melhorias no local foram possíveis por conta da doação de recursos provenientes do Fundo da Infância e Adolescência (FIA). Além disso, os móveis sob medida foram doados pelo Projeto “Vou de Rosa” da arquiteta Juliana Loffi, as cadeiras conquistadas através de doação anônima e as persianas e a plotagem do chão custeados com verba do Projeto Unimed Social.

- PUBLICIDADE -

Sem cerimônia ou qualquer ato que pudesse gerar aglomeração de pessoas, a reinauguração contou apenas com a presença de poucos pacientes que estavam na Casa. Junto da reabertura do espaço, a instituição promoveu uma feira de doação de roupas, colocando à disposição das famílias peças que estavam armazenadas na Casa, e a entrega de pães confeccionados pela padaria da rede Giassi de Supermercados com quantia significativa de farinha também doadas à instituição. As atividades especiais seguem até quinta-feira (5/8).

A paciente Julia de Oliveira Cardoso Mendes, de cinco anos, foi uma das crianças que esteve na Casa Guido nesta segunda e já pôde desbravar o novo espaço de diversão. Ela aproveitou desde a brincadeira de “casinha”, até as fantasias e jogos e adorou a companhia da voluntária que acompanhou a manhã de atividades na brinquedoteca. “Minha mãe me trouxe de Tubarão e adorei poder conhecer o novo espaço para brincarmos”, garantiu.

A necessidade de brincar

Conforme a psicóloga da Casa Guido, Denise Delpizzo, estar em um ambiente que proporcione diferentes brincadeiras e o entretenimento também está entre as necessidades do paciente oncológico infanto-juvenil. “Muitas vezes, em meio à rotina de tratamento, o ‘ser criança’ é deixado de lado. Eles perdem muito do contato social com familiares e amigos por conta das restrições impostas pela doença”, expõe.

Manter o local atrativo e bem conservado, conforme Denise colabora muito para momentos leves e divertidos para os pequenos. “Aqui conseguimos observar o quanto o momento lúdico pode amenizar o sofrimento do tratamento, que é acompanhado por medo, stress, ansiedade, desconforto, tristeza e dor. Inseri-los em um momento natural para eles, o brincar, o explorar, traz benefícios incontáveis. A criança, mesmo doente, sempre tem um lado que quer e gosta de brincar. Não podemos esquecer disso nunca”, afirma, acrescentando ainda a importância da convivência com outras crianças que enfrentam o mesmo momento.

A reforma da Brinquedoteca da Casa Guido foi possível graças às diversas parcerias que ajudaram desde a troca de portas e janelas até os minuciosos detalhes de plotar um tapete com formato de pista de corrida, a doação de cadeiras, além dos serviços realizados voluntariamente como as novas luminárias doadas pela Luz Mais que foram instaladas gratuitamente pelo eletricista Willian Pizetti, além da triagem e higienização dos jogos e brinquedos  e também a montagem das cadeiras, trabalhos realizados pelos voluntários pontuais da Instituição. “Mais uma vez tivemos a necessidade atendida pelos apoiadores da nossa causa e conseguimos entregar uma melhoria importantíssima no espaço preferido dos nossos amados pacientes”, agradece Viviane Hofman Garcia, responsável pela captação de recursos da instituição.

Saiba Mais

Para colaborar com o trabalho da instituição que oferece apoio a mais de 80 crianças e adolescentes diagnosticados com câncer e suas famílias, basta acessar o link https://form.jotform.com/captacao240/casaguido e fazer o cadastro para o Carnê Solidário.

Desta forma os doadores passam a fazer parte do Time do Bem a partir do pagamento mensal do valor mínimo de R$ 20. “O cadastro é muito simples e seguro e faz toda a diferença para nossas crianças e adolescentes”, acrescenta Viviane.

Mais informações sobre projetos, necessidades e serviços da Casa Guido podem ser obtidas nos telefones 3045-6211 ou no Whatsapp (48) 99174-6211.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.