Agência da Receita Federal permanece aberta em Araranguá

Possível fechamento da unidade mobilizou lideranças e entidades do Extremo Sul

Foto: Divulgação

- PUBLICIDADE -

Araranguá

As portas da Receita Federal continuam abertas em Araranguá. Após a mobilização das lideranças do Extremo Sul de Santa Catarina (Amesc), a unidade mantém os serviços à disposição no município. A possibilidade do fechamento acendeu o alerta dos prefeitos e das entidades, uma vez que a mudança afetaria negativamente a população do Vale, que precisaria ser atendida na agência mais próxima, neste caso, em Criciúma.

- PUBLICIDADE -

“Nós fizemos uma reunião juntamente com o prefeito de Araranguá e demais entidades. Realmente, a Receita Federal colocou essa possibilidade de ter um plano de atendimento virtual e, após essas informações, nós debatemos com a delegacia da RF de Florianópolis porque entendemos que não seria viável, porque temos um potencial grande na nossa região. Essa mudança iria impactar e ter um gasto alto para a população do Vale”, explica o presidente do Sindicato dos Contabilistas (Sindicont), Édio Silveira.

Após uma reunião entre os prefeitos da Amesc, juntamente com entidades do município, um documento foi redigido e assinado por todos os interessados. “Depois foi encaminhado à superintendência da Receita Federal. E, na segunda-feira, a gente soube que Araranguá não estaria no plano de fechamento. Para nós, foi motivo de satisfação, por eles entenderem que aqui tem uma alta demanda. Isso faz com que a gente continue na luta para que eles não queiram fechar novamente”, enfatiza Silveira.

Possibilidade já surgiu outras vezes

Em 2016, quando o houve o anúncio do fechamento pela primeira vez, o Conselho Regional de Contabilidade, representado pelo presidente, à época, Marcello Seemann, enviou um ofício solicitando a reconsideração da mudança. A decisão foi contida e a unidade da Receita Federal de Araranguá continuou em pleno funcionamento. “Em 2016, aventou-se essa possibilidade. E da mesma maneira que a gente já tinha se mobilizado naquele momento, fizemos isso novamente, agora, com as entidades e lideranças do Sul”, finaliza o presidente do Sindicont.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.