75,3% dos trechos de balneários estão próprios para banho, diz relatório

Isso representa 174 dos 231 locais avaliados nos 500 quilômetros de litoral

Foto: Mauricio Vieira / Secom

- PUBLICIDADE -

O Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina (IMA) divulgou o primeiro relatório de balneabilidade da temporada 2021-2022. O documento apresenta o balanço das cinco últimas análises semanais consecutivas que foram iniciadas no dia 8 de novembro. De acordo com o resultado, 75,3% dos pontos analisados nos 500 quilômetros da costa catarinense estão próprios para banho. Isso representa 174 dos 231 locais avaliados.

> Clique aqui e receba as principais notícias do sul catarinense no WhatsApp

- PUBLICIDADE -

Em Florianópolis, dos 87 pontos onde há coleta, 73 estão em condições de receber banhistas, o que representa 83,9%. As amostragens e ensaios foram efetuados nos municípios de Balneário Camboriú, Balneário Barra do Sul, Barra Velha, Biguaçu, Bombinhas, Florianópolis, Garopaba, Gov. Celso Ramos, Imbituba, Itajaí, Itapema, Itapoá, Jaguaruna, Joinville, Laguna, Navegantes, Palhoça, Penha, Balneário Piçarras, Porto Belo e São José.

Relatório pode ser acessado aqui

O diretor de Engenharia e Qualidade Ambiental do IMA, Fábio Castagna Silva, reforça que a alta temporada é uma das épocas do ano de maior incidência de chuvas, o que pode contribuir negativamente para a balneabilidade.

“As intempéries, em especial, grandes precipitações pluviométricas, potencializam a impropriedade pois descortinam problemas de saneamento existentes em nosso litoral. Nas chuvas, além da elevação do lençol freático, lavação das ruas, bem como das galerias e/ou valas ditas pluviais, contribuições de esgoto acabam chegando aos balneários, o que afeta diretamente a balneabilidade”, explicou Fábio, lembrando ainda que ao observar a chegada de materiais contaminados no mar, o cidadão deve imediatamente denunciar a ocorrência aos órgãos ambientais e de vigilância sanitária.

O Estado tem o segundo maior monitoramento de balneabilidade do Brasil tendo como base uma metodologia de trabalho segura realizada há mais de 40 anos. “Trata-se de um serviço feito com total comprometimento técnico da equipe e apoio do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina nas coletas para que possamos divulgar todas as informações pertinentes à balneabilidade com agilidade e transparência à população”, destacou o presidente do IMA, Daniel Vinicius Netto.

 Divulgação dos Resultados

Durante a baixa temporada, de abril a outubro, a pesquisa é feita mensalmente. Já de novembro a março, na alta temporada, os resultados são divulgados todas as semanas sempre às sextas-feiras no período vespertino. Os resultados e históricos das coletas podem ser acessados na íntegra pelo site: balneabilidade.ima.sc.gov.br e pelo aplicativo Praia Segura.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.