Tigre: Wilsão reconhece queda de rendimento, mas valoriza vitória

Criciúma bateu o Metropolitano por 2 a 0 e deixou a lanterna do Campeonato Catarinense

Foto: Celso da Luz/Criciúma EC
- PUBLICIDADE -

Gustavo Milioli

Criciúma

- PUBLICIDADE -

O técnico do Criciúma, Wilson Vaterkemper, exaltou a primeira vitória do Tigre na temporada. Não pelo desempenho da equipe, considerado abaixo da média dos últimos dois jogos em que ele comandou. O resultado interrompe o maior jejum de triunfos registrado na história do clube, que já perdurava seis meses, e dá um respiro na luta contra o rebaixamento no Campeonato Catarinense. Faltando dois jogos para o fim, a equipe agora é a penúltima colocada, com sete pontos.

“Não gostei da nossa parte técnica, hoje abaixo daquilo que pretendíamos. Mas quero valorizar o grupo. Hoje a gente fez cinco trocas, o ambiente muito favorável, e vou dizer que ganhamos pela vontade de cada um, pela união. Algumas situações não corresponderam a nossa expectativa. Passamos para eles que era um jogo de muito compromisso, com margem de erro zero”, avalia o comandante.

Desde que Wilsão assumiu, o Criciúma segue invicto. Antes foram dois empates, contra Marcílio Dias e Ponte Preta – este válido pela Copa do Brasil. “Tínhamos uma preocupação neste jogo principalmente pelo Metropolitano estar uma semana só treinando, e nós viemos de um desgaste muito grande. E principalmente, pela a parte psicológica, que faz os atletas sentirem muito. Demorei um minuto para perceber que a equipe não estava igual. Quero deixar claro aqui que o importante para nós foi conquistar os três pontos”, destaca o treinador.

Ao lado do auxiliar Lalo, Wilsão optou por realizar substituições logo no começo do segundo tempo, enquanto o placar permanecia zerado. Os gols contaram com a colaboração de Mateus Anderson, que saiu do banco para dar duas assistências nos gols de Uilliam Barros e Eduardo.

“Com certeza, ele (Mateus Anderson) foi fundamental. Teve um desenvolvimento muito bom nas dinâmicas de jogo. Ele precisava de um jogo desse tipo para retomar a confiança”, aponta Lalo. “Em virtude do primeiro tempo ser abaixo, tentamos corrigir no intervalo. A gente começou a mexer na equipe e aos poucos fomos crescendo na partida, com jogadas de atletas que saíram do banco”, observa.

O Tigre volta a campo no próximo domingo, contra o Concórdia, no Oeste do Estado, em novo confronto direto na luta pela permanência. A partida terá início às 16 horas, no estádio Domingos Machado de Lima. Em caso de nova vitória, o Criciúma deixa a zona de rebaixamento faltando uma rodada para o fim do Catarinense.

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.