Tigre: Um zagueiro completo no elenco

Zé Marcos é apresentado e diz apresentar características técnicas e também mais combativas, quando necessário em campo


- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

O 22º jogador contratado na gestão do diretor de futebol Juliano Camargo foi apresentado ontem com a camisa do Criciúma. Zé Marcos é o quarto zagueiro do elenco. Ex-Avaí, o jogador se julga “completo”. Isso por ter características mais técnicas, mas também ser “zagueiro, zagueiro” – com funções mais combativas em campo – sempre que necessário. “Com certeza, sou um zagueiro mais técnico, mas que, em alguns momentos da partida que precisa, sabe ser zagueiro ‘zagueiro’. Posso atuar assim também. Sou bem completo em relação a isso”, diz.

Recém-chegado ao Tigre, Zé Marcos tem consciência da estabilidade na dupla titular formada por Rodrigo e Marcel Scalese, mas se julga capaz de agregar qualidades ao elenco de Paulo Baier. “São coisas que a gente não tem como negar. A parte defensiva do Criciúma, hoje, vem trabalhando muito bem. Eu acredito que o diferencial, onde eu posso agregar, é com uma boa saída de jogo. Tenho uma bola aérea muito forte também. Então, são características, com a minha parte técnica, que podem ajudar a equipe e assim me tornar titular”, comenta.

O jogador quer buscar o espaço no grupo de jogadores, mas sente-se em condições de ser um dos 11 titulares do Tricolor Carvoeiro. “Eu venho, primeiramente, para brigar pelo meu espaço e mostrar as minhas qualidades. Se eu não pensar que posso ser titular com a camisa do Criciúma, não teria porque estar aqui”, pontua.

Pronto para jogar imediatamente

Caso seja necessário, Zé Marcos pode entrar em campo, no sábado, a partir das 19 horas diante do Paraná. “Estou pronto. Não parei de treinar, em momento algum, depois da minha saída do Avaí. Cheguei no clube tem alguns dias, trabalhei com a equipe, e aprimorei a parte física. Então, estou pronto para atuar com a camisa do Criciúma”, comenta.

O jogador não tem problemas para atuar como um terceiro zagueiro – no esquema que o treinador tem adotado para jogos fora de casa. “Sem problema nenhum. Sei jogar também. É uma posição em que eu me sinto muito confortável. Já atuei nessa posição e já atuei pelo lado, no esquema com três zagueiros. Tenho  hábito e é tranquilo para mim, se precisar, fazer essa função”, destaca.

Zé Marcos reforçou a importância de atuar com o manto carvoeiro e diz que um convite do Criciúma é algo que não pode ser recusado. “Criciúma é uma equipe muito tradicional do futebol brasileiro. Para mim, é o tipo de convite que não pode ser recusado. É um clube com uma torcida enorme, muito tradicional e que eu conheci de perto, por já ter jogado aqui em Santa Catarina. Por conta da estrutura que o clube tem, tudo de melhor que tem para o atleta trabalhar, no dia a dia, acredito que é algo que não pode ser recusado”, finaliza.

José Marcos Alves Luis, de 23 anos, foi revelado pelo Athletico Paranaense. Com as boas atuações na base da equipe paranaense, foi convocado para a Seleção Brasileira Sub-15 e na sequência conquistou o Sulamericano Sub-17, em 2015. O zagueiro ainda teve passagens pelo futebol da Sérvia e de Montenegro entre 2017 e 2019, e logo após se transferiu para o Avaí, onde atuou nas últimas temporadas.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.