- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

O técnico Cláudio Tencati criticou a arbitragem do mineiro Paulo César Zanovelli da Silva, após o empate em 0 a 0 com o Botafogo-PB, na noite deste sábado. Para o comandante carvoeiro, o juiz foi muito rigoroso na expulsão de Dudu Vieira. Ao mesmo tempo, Tencati disse não ter condições, ainda, de avaliar o lance que ocasionou o cartão vermelho ao também volante Léo Costa.  “Não tive condições de observar o lance do Leo (Costa), mas já me relataram uma situação em que ele cai e depois, quando levanta, no movimento, o pé fica mais alto e toca no jogador deles. Fica interpretativo o lance. Não da para eu falar sobre isso. Do Dudu Vieira, eu já afirmo: não é lance para expulsão. O árbitro, com o VAR, a decisão é dele. Ele foi realmente muito rígido. É um lance de início de partida, tem contato, mas o Dudu (Vieira) procura a disputa da bola. Então, automaticamente, um cartão amarelo. O atleta não tinha amarelo ainda. O árbitro poderia ter conduzido diferente e achei que ele foi rigoroso demais no lance. Muito rigoroso. No lance do Dudu Vieira, para mim, era para amarelo. Claro que foi prejuízo para nós”, destaca.

Para o comandante, o Criciúma deve procurar a CBF para manifestar insatisfação com o desempenho do juiz. “Todo o protesto do clube deve existir, principalmente quando você tem argumentos. Por isso que o Criciúma, com certeza, através da nossa direção, deverá, junto com a comissão técnica, avaliar a questão. Principalmente pelo primeiro lance, eu vejo que o protesto é claro e objetivo para dizer que o árbitro foi extremamente rigoroso. Ali não era um lance para expulsão. Era cartão amarelo e seguir o jogo. Assim, não teríamos todo esse prejuízo. Eu vejo que, sim, nós temos que pontuar, até para saber que a gente tem ideias. São detalhes que temos que posicionar, até para que a equipe de arbitragem saber que o Criciúma está atento”, comenta.

Tencati elogiou a disciplina tática da equipe e chamou a determinação dos atletas de “impressionante”. “Eu vejo que a disciplina fez a diferença e a garra, vontade. Sabendo que, se a gente conseguisse chegar ao gol, ótimo. Se não conseguisse, era sustentar o resultado que nos manteria no bloco da frente para buscar o acesso”, ressalta.

O treinador reforçou que, pela situação do jogo, o ponto conquistado foi positivo. “Eu vejo que o ponto, pela proporção, pelo momento, ta ótimo. Se olhar a tabela, o Criciúma, agora, está buscando o acesso, está no bloco de acesso, agora a gente tem mais jogos, mais guerras pela frente e  vamos guerrear. O Criciúma é forte, vai continuar forte e vamos buscar esse acesso. O torcedor pode esperar isso, até pelo que os jogadores demonstraram em campo: vontade de querer vencer. Não se entregaram em nenhum momento: foi uma equipe aguerrida, que correu e lutou, se empenhou pelo Criciúma”, diz.

O técnico avaliou a situação do grupo do Tigre na competição. “Eu vejo que tudo está em aberto. Estamos em segundo lugar, mas a competição, até a penúltima rodada, vai se definir. De repente, até contra o Ituano em casa. A gente tem que fazer o nosso papel, depois temos o Ituano e para fechar lá contra o Paysandu. Então, quanto antes somarmos os nove pontos para aproximarmos da zona de classificação, melhor. Temos em mente os nove pontos, acreditamos nisso, até pela sequência de empates e o Paysandu ter perdido também. A gente freou aqui, o Botafogo somou dois, o Paysandu continua com dois, então, a gente tem ainda uma certa vantagem. Em pontos corridos, essa é uma grande vantagem. Então, temos que fazer a nossa parte. O Criciúma tem que focar que, hoje, pela proporção do jogo, foi um grande resultado. A grande atuação dos jogadores, que foram disciplinadíssimos. Então, temos que focar no próximo jogo que é o mais importante”, enfatiza.

Tencati aproveitou para agradecer ao apoio dos quase quatro mil torcedores carvoeiros que estiveram nas arquibancadas do Majestoso. “Quero exaltar e agradecer ao torcedor carvoeiro, a banda carvoeira, pela energia que veio das arquibancadas. Isso nos motivou a manter o nível de concentração alto, competitividade, ser aguerrido em campo com foco no acesso. Parabéns ao torcedor pela festa que fez. Vamos em busca de um grande resultado contra o Botafogo, fora, para a gente focar em definir a vaga em casa diante do Ituano. Então vamos juntos manter essa energia, foco e esperança para ter fé que tudo vai dar certo”, finaliza.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.