Tigre: Técnico admite decepção com a atuação

Substituto de Paulo Baier, que está suspenso, devido a uma expulsão ainda no Catarinense, o auxiliar Luciano Almeida reconheceu a boa atuação do Hercílio Luz e assumiu a responsabilidade pela derrota


- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Substituto de Paulo Baier, que está suspenso, devido a uma expulsão ainda no Catarinense, o auxiliar-técnico Luciano Almeida admitiu decepção com a atuação da equipe na noite desta quarta-feira. Ele também reconheceu a boa atuação do Hercílio Luz e assumiu a responsabilidade pela derrota. “Não fizemos uma boa partida. Temos que reconhecer também que o adversário fez uma excelente partida. O adversário, acredito que venha treinando muito mais que a gente. Essa equipe que jogou hoje foi uma mescla de alguns profissionais com atletas da base. Uma equipe totalmente desentrosada. Não é desculpa. A responsabilidade é toda minha. Acredito que hoje, a gente não teve capacidade e competência para conseguir o resultado”, resume.

Sem conseguir criar chances de perigo ao gol do Hercílio Luz, o Criciúma repetiu os problemas apresentados na Série C. Luciano diz que resta ao time treinar ainda mais. “Temos um jogo importantíssimo no sábado. Treinar. Treinar mais. Boca fechada, quanto menos se falar nesse momento, melhor. E preparar a equipe para sábado”, diz.

Os poucos torcedores presentes no estádio vaiaram a equipe, em muitos momentos. O auxiliar-técnico entende a insatisfação da torcida. “O torcedor tem todo o direito. Bem-vindo ao Criciúma Esporte Clube. Com pouco público, mas é um torcedor que cobra, que quer ver sempre o Criciúma vencendo. O torcedor tem total razão de vim. Procurou incentivar no começo, depois cobrou. Óbvio. Aqui no Criciúma ou em qualquer outro clube, quando não se ganha, tem a cobrança”, finaliza.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.