- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Fotos: Guilherme Cordeiro/TN

Não foi exatamente a volta às arquibancadas do estádio Heriberto Hülse que o torcedor do Criciúma esperava, após 548 dias. O Tigre começou a Copa Santa Catarina com derrota por 2 a 0 para o Hercílio Luz, na noite desta quarta-feira. Com um time misto e pouco entrosado, o time treinado por Luciano Almeida – que substituiu o suspenso Paulo Baier – não conseguiu se impor ao time de Tubarão.

Garraty foi o nome do jogo. Ele marcou os dois gols. Aos 34 minutos do primeiro tempo em uma linda cobrança de falta e aos 28 minutos da etapa final, após pegar uma bola rebatida e finalizar no canto de Alisson.

O Tricolor Carvoeiro errou muitos passes, foi lento e pouco inspirado. Desta forma, não conseguiu sequer empatar na estreia da competição estadual. A atenção agora se volta, novamente, para a Série C, onde o time faz uma partida decisiva, no sábado, diante do Mirassol, novamente no Majestoso, mas sem a presença de público.

No primeiro minuto, o zagueiro Henrique vacilou na saída de bola, perdeu a bola para Lucas Dentinho e tocou para Garraty que finalizou pela linha de fundo. Primeira chance de gol do jogo foi do time de Tubarão. Aos quatro minutos, Luiz Paulo recebeu na intermediária, pelo meio e foi derrubado por Garraty. Falta para o Tigre. Henrique bateu forte, mas Matheus pegou no canto direito rasteiro. Na cobrança de lateral, a bola sobrou para Minho, na marca do pênalti, mas o camisa 7 do Criciúma perdeu uma chance incrível para abrir o placar e finalizou por cima da trave.

A equipe do Tigre sofria com a falta de entrosamento e errava muitos passes pelo meio. Desta forma, as jogadas de ataque ficavam prejudicadas e sem complemento. Após um começo empolgante, com chances para ambos os lados, o jogo perdeu velocidade e as equipes não conseguiam criar lances de perigo. Uma partida fraca tecnicamente até os 20 minutos da primeira etapa. Aos 25 minutos do primeiro tempo, o lateral Matheus Oliveira deixou a bola escapar das mãos, em cobrança de lateral. Esse lance retratava a qualidade do primeiro tempo de partida.

Aos 32 minutos, Vinícius Urbano fez boa jogada individual e foi derrubado perto da meia lua da grande área. Falta perigosa para o Hercílio Luz. Garraty cobrou com perfeição e abriu o placar: 1 a 0 aos 34 minutos do primeiro tempo. O Tricolor Carvoeiro sentiu o gol sofrido e passou a errar ainda mais passes no meio. Com uma marcação muito espaçada, o time treinado por Luciano Almeida – na suspensão de Paulo Baier – sofria para conter os avanços do time de Tubarão.

Aos 42 minutos, Fabinho errou a saída de bola, Luiz Paulo avançou pela direita, invadiu a área e tocou para Gabriel Henrique, que tentou desviar de Matheus, mas a bola saiu pela linha de fundo. Segunda chance de gol do Criciúma na etapa inicial. No minuto seguinte, Léo Costa apertou a marcação em Ramires, a bola rebateu no jogador do Criciúma e quase encobriu o goleiro do Hercílio Luz que precisou espalmar para escanteio, em um lance inusitado. O primeiro tempo encerrou com vaias dos pouco mais de 400 torcedores presentes ao Majestoso.

Desenho parecido com o da etapa inicial

Na segunda etapa, logo aos dois minutos, Vinicius Urbano teve a chance de ampliar o placar, cabeceando, na marca do pênalti, após cruzamento da esquerda, mas Alisson fez a defesa. O Tigre tentou aumentar a velocidade do jogo para buscar o empate. Aos sete minutos, Henrique recuou a bola fraca em direção ao goleiro Alisson e Fabinho quase alcançou, mas o camisa 1 do Criciúma foi mais rápido e deu um balão para o ataque. Aos 14 minutos, Luciano Almeida colocou Marcão e Eduardo Melo, nos lugares de Luiz Paulo e Gabriel Henrique, para tentar reter mais a bola no ataque. O time carvoeiro apresentava os mesmos problemas do primeiro tempo.

Aos 17 minutos, após tentativa de Marcão, a bola sobrou para Dudu Figueiredo, na entrada da área, mas o camisa 10 chutou mascado e o goleiro Matheus pegou com facilidade. O Criciúma tentava pressionar o time de Tubarão, sem sucesso, e acabava cedendo espaços para os avanços em contra-ataque do Hercílio Luz. Aos 23 minutos, Wellington fez boa jogada pela direita, em velocidade, e cruzou rasteiro para Vinícius Urbano que chutou em cima da zaga do Criciúma. Chance desperdiçada pelo time tubaronense. No minuto seguinte, o mesmo Vinícius entrou a dribles na área, trombou com Jessé e caiu. O jogador do Hercílio Luz pediu pênalti, mas o árbitro nada marcou.

Aos 28 minutos, o Hercílio Luz praticamente liquidou a partida, novamente com Garraty. O camisa 8 do time de Tubarão pegou uma bola rebatida, avançou pelo meio e chutou rasteiro no canto direito do goleiro Alisson para marcar 2 a 0. Aos 31 minutos, Dudu Figueiredo foi substituído pelo jovem Varolo – formado nas categorias de base do Criciúma – e saiu de campo vaiado pela torcida.

Aos 34 minutos, Wellington entrou na área, passou por Jessé, driblou Alisson, perdeu ângulo e finalizou, mas o mesmo Jessé se recuperou e evitou o terceiro gol do Hercílio Luz. Aos 40 minutos, Vitinho avançou livre, desde o meio campo, chegou perto da área e tentou encobrir Alisson, mas finalizou mal e perdeu a chance de ampliar. Aos 43 minutos, Adílio avançou em velocidade pela esquerda e bateu forte, mas o goleiro do Tigre pegou mais uma. No final, derrota decepcionante do Criciúma na estreia pela Copa Santa Catarina e no retorno do torcedor às arquibancadas do Majestoso.

Copa Santa Catarina – 1ª Rodada – Turno Único

15/09 (quarta-feira) – 19h30min – estádio Heriberto Hülse, em Criciúma

CRICIÚMA

Alisson; Renan Areias, Jessé, Henrique e Pedro Rosa; Léo Costa, Eduardo (Rullian) e Dudu Figueiredo (Varolo); Gabriel Henrique (Eduardo Melo), Luiz Paulo (Marcão) e Minho (Deividy). Técnico: Luciano Almeida

HERCÍLIO LUZ

Matheus; Cleiton, Elton, Kadu e Matheus Oliveira; Ramires, Garraty (Vitinho) e Jardisson (Wellington); Lucas Dentinho (Baggio), Vinícius Urbano (Adílio) e Fabinho (Jean Carlos); Técnico: Raul Cabral

Arbitragem: Diego da Costa Cidral; Auxiliares: Diogo Berndt e Bruno Müller

GOLS: Garraty (34/1T) e (28/2T) (HL)

Cartões Amarelos: Dudu Figueiredo (C); Raul Cabral (técnico) e Garraty (HL)

Cartões Vermelhos: Não houve

Público: 470

Renda: R$ 4.115,00

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.