Tigre: Peça chave na recuperação da equipe

O bom momento de Eduardo se deve ao empenho do jogador, mas também ao apoio da família

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Eduardo está atuando em uma função mais ofensiva. Após a entrada dele no time, o Criciúma ganhou mais consistência ofensiva, inclusive. A função não é totalmente inédita para o atleta. “Cheguei a jogar ali em 2018. Quando eu comecei a surgir no Criciúma, eu fazia essa função de terceiro homem de meio campo. Fiquei um tempo sem fazer, mas também não perdi a prática. Acredito que estou conseguindo desempenhar bem a função e fazendo o que o professor vem pedindo. Tenho certeza que está dando certo, estou chegando bem na área e consegui até fazer um gol. O mais importante é que estou conseguindo fazer a função da melhor maneira”, destaca.

O bom momento de Eduardo se deve ao empenho do jogador, mas também ao apoio da família, em especial o irmão Ezequiel, que atua na Chapecoense. “Empenho é muito importante. Eu trabalho muito, sou um cara trabalhador e procuro dar sempre o meu melhor nos treinamentos e jogos. Só tenho a agradecer a Deus e à minha família, pois passei por momentos muito difíceis e complicados. Meu irmão sempre procurou me dar força, nos momentos difíceis, e só tenho a agradecer a ele”, comenta.

Maus momentos foram deixados para trás

Eduardo fez parte dos times do Criciúma que foram rebaixados para a Série C do Brasileiro e também para a Segunda Divisão do Catarinense. A cobrança da torcida chegou a ser grande pela saída dele do time e até do clube. Porém, o jogador focou no trabalho para mudar a situação. “Foi um momento bem complicado mesmo. Eu acredito que senti bastante, mas para sair desta situação só com trabalho. A gente sabe que foi muito difícil, mas tem que entrar para os treinos focado e trabalhando duro para mudar a situação que foi triste para todo mundo. Agora, está dando certo”, diz.

Questionado se pensou realmente em sair do clube, Eduardo preferiu não responder. “Foi um momento bem complicado, não só para mim, mas para o clube. Procurei trabalhar, esquecer essas coisas e seguir em frente. A gente tem um objetivo agora, que é o acesso e seguir na Copa do Brasil. Estamos atingindo nosso objetivo com muita dedicação”, ressalta.

Foco no objetivo que é a classificação

Novamente titular do time do Criciúma, Eduardo quer agarrar a oportunidade e não sair mais do time. “É um momento importante, tanto para mim, quanto para a equipe. No primeiro jogo, eu não fui titular, mas, em nenhum momento deixei de trabalhar. Procuro dar meu máximo nos treinamentos para quando eu voltasse para o time, pudesse aproveitar a oportunidade da melhor maneira possível. Foi isso que aconteceu”, comenta.

O objetivo é a classificação para a próxima fase da Série C e o acesso para a Segunda Divisão nacional. “Algum tempo atrás, o grupo passou por situações difíceis e está na hora de sorrir um pouco. Aqui não falta trabalho, empenho de nenhum profissional. Tenho certeza que estamos colhendo os frutos. Vamos procurar continuar para também colher bons frutos no final do ano”, finaliza.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.