Tigre não perde há quase três meses

Última derrota do Criciúma aconteceu em 21 de abril no clássico contra o Avaí, ainda pelo Catarinense. De lá para cá são quatro vitórias e quatro empates

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Depois de um início de ano calamitoso, o Criciúma nem parece o mesmo time do princípio de 2021. A equipe não é derrotada desde 21 de abril, quando se despediu melancolicamente do Catarinense, amargando um vexatório rebaixamento para a Série B, com uma derrota em casa por 1 a 0 para o Avaí. Porém, veio um período de recesso e tudo mudou.

Com a chegada do técnico Paulo Baier, o time emenda quatro vitórias e quatro empates, na Série C e também na Copa do Brasil. O Tricolor Carvoeiro ainda não sabe o que é perder sob o comando do novo treinador. “Acho que hoje o torcedor deve estar muito feliz , porque resgatamos de novo o Criciúma que estava largado, sem confiança, são oito jogos sem perder, tomamos um gol na Série C, defesa menos vazada, vamos buscando a vitória e isso vai trazendo confiança”, disse Baier, após a vitória mais recente, diante do Paraná, no domingo.

Nesse período de oito partidas, o time levou apenas três gols: dois pela Copa do Brasil, diante do América-MG, no Majestoso. E outro na vitória por 2 a 1 contra o Ypiranga pela Série C.  “Estamos bem, sem tomar gol. Estão todos focados”, comenta Baier. O técnico ainda pontuou que o ambiente saudável entre a comissão técnica, jogadores e equipe em geral, que tem contribuído para o alcance dos objetivos do time.

Em busca de um recorde

Após a vitória contra o Paraná, Paulo Baier quebrou um recorde de Mazola Júnior. Em 2018, o então treinador do Criciúma emendou sete jogos sem perder entre 28 de agosto e 2 de outubro. O Tigre bateu Juventude, Fortaleza, Avaí e Boa Esporte e empatou com Guarani, Paysandu e Oeste. O Brasil de Pelotas, na 31ª rodada, derrubou a invencibilidade carvoeira com uma vitória por 1 a 0, no Heriberto Hülse.

O próximo objetivo é superar uma meta de 2017. Quando Luiz Carlos Winck comandava o time, foram nove jogos sem perder. Vitórias contra CRB Guarani, Londrina, Paraná e Goiás e empates com Figueirense, Vila Nova, Internacional e Paysandu. A derrota por 2 a 0 para o Boa Esporte encerrou a sequência invicta que durava nove partidas.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.