Tigre: Em campo, a caminhada carvoeira continua

Elenco trabalhou na tarde de ontem, em preparativo para a partida desta noite

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Na data em que celebra os 30 anos do maior título da história do clube, o Criciúma entra em campo, pela mesma Copa do Brasil, diante do América-MG, em Belo Horizonte. É o jogo de ida da terceira fase na competição nacional. O confronto acontece às 21h30min. O técnico Paulo Baier não poderá contar com o centroavante Luiz Paulo, que já atuou na competição pelo Madureira. Uilliam Barros deve ser o substituto.

Baier vai manter a mesma estratégia de jogo que colocou contra o Ituano: em busca do ataque. O treinador está convicto das decisões dele. “Se a gente só se defender, fica mais perigoso ainda. Então, vamos jogar o jogo. Lógico que dentro de uma estratégia, mas procurar jogar também. O Criciúma tem que atacar e buscar o gol”, comenta Baier.

O treinador sabe que o adversário é perigoso e buscará levar a decisão para o Majestoso. “O adversário é muito bom e vem jogando há muito tempo junto. A gente sabe como eles jogam e se comportam. O treinador está há algum tempo e isso complica. Sabemos da dificuldade que vamos encontrar. Estamos em uma construção e o América vem jogando há um ano e meio junto. É complicado, mas vamos jogar o jogo. Ali dentro é 11 contra 11 e são 180 minutos. Não é agora que vai definir. Temos que levar um resultado bom para Criciúma, que a gente consiga reverter, ou até mesmo a situação boa de empate ou até mesmo a vitória”, finaliza Baier.

O atacante PH projeta uma partida complicada na capital mineira. “Esperamos uma partida difícil, que vai nos exigir aquele algo a mais. É jogar com inteligência, estar atento durante os 90 minutos, para voltar com um bom resultado”, comenta.

Copa do Brasil – Terceira Fase – Jogo de ida

02/06 (quarta-feira) – 21h30 – Arena Independência, em Belo Horizonte

AMÉRICA-MG

Matheus Cavichioli, Diego Ferreira, Anderson, Eduardo Bauermann e Lucas Luan; Zé Ricardo, Alê e Juninho; Felipe Azevedo, Bruno Nazário (Ademir) e Rodolfo. Técnico: Lisca

CRICIÚMA

Gustavo, Claudinho, Rodrigo, Marcel Scalese e Hélder; Dudu Vieira, Arilson e Dudu Figueiredo; PH, Uilliam Barros e Fellipe Mateus. Técnico: Paulo Baier

Arbitragem: Leandro Vuaden, auxiliado por Jorge Eduardo Bernardi e Jose Eduardo Calza (trio do RS).

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.