Tigre: Conselho Deliberativo tem eleição hoje

São duas chapas concorrentes na disputa: Criciúma Mais Forte e Revigoração

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

O Criciúma Esporte Clube elegerá, hoje, os novos conselheiros da instituição. A eleição será realizada das 9h às 20h, na secretaria do estádio Heriberto Hülse. A chapa que for eleita comandará o conselho pelos próximos quatro anos. Os conselheiros vitalícios e os transitórios eleitos na última eleição, realizada em 2017, terão direito a voto. São 195 cadeiras a serem preenchidas pela chapa vencedora, que terá pela frente a formação da mesa diretora. Aproximadamente 600 sócios patrimoniais estão aptos à votação.

São duas concorrentes na disputa: Criciúma Mais Forte e Revigoração. Tida como situação, a Criciúma Mais Forte busca um clube fortalecido dentro e fora do campo. “Nós trabalhamos para que a nossa parte de retaguarda consiga dar à (Diretoria) Executiva todas as possibilidades de desenvolver o nosso objeto maior: o futebol”, comenta Ailton Schuelter, integrante da Criciúma Mais Forte. “Esse é o nosso trabalho: organizar o clube, a parte administrativa e tudo o que precisa ser feito, na parte estatutária, para que a Executiva faça o trabalho da melhor forma possível”, completa.

Schuelter reforça a importância da presença do sócio patrimonial na votação.“O que nós precisamos é que o sócio patrimonial compareça e faça sua escolha entre as duas chapas”, reforça. Ele acredita que a chapa de situação conseguirá a vitória. O respaldo e o retorno dos nossos contatos têm sido muito bons, então estamos contando com a perspectiva de uma vitória marcante amanhã (hoje). Essa é a expectativa”, pontua.

Do outro lado está a Revigoração – composta por integrantes de oposição à atual diretoria do Conselho Deliberativo do Criciúma. A principal bandeira da chapa é um Conselho transparente nas ações. “Nossa grande bandeira é a transparência e a volta do sócio patrimonial para o clube. Já tivemos quatro mil sócios e hoje não temos nem 600”, comenta Antônio Sérgio Fernandes, integrante da Revigoração.

A chapa quer exigir que o Criciúma tenha um sistema de governança capaz do clube se autogerir. “O clube tem que gerar riqueza. Se vai ter investidor ou não vai, o clube precisa de dinheiro. Agora, se vai ter ou não um investidor, isso o Conselho vai criar mecanismo para que a Diretoria Executiva consiga gerar recursos capazes de manter o clube. Assim, a gente não precisará sempre com o ‘pires na mão’ pedindo ajuda para um e outro”, comenta Fernandes.

O integrante da Revigoração reclama da forma como a eleição foi divulgada pela mesa do Conselho Deliberativo. “Nós não temos acesso às informações. Não sabemos nem quem são os eleitores, o Conselho não nos informou isso. Se informou foi de maneira errada. Várias pessoas disseram que pagaram e não constam na relação. Outros não pagaram e constam. É uma bagunça”, dispara. “É bastante complicado, uma eleição bastante desigual: nós não estamos no poder e não temos informações, mas a nossa expectativa é boa”, completa Fernandes.

O integrante da Revigoração acredita que vencerá a eleição.“Nossa expectativa é a melhor possível. Acreditamos que vamos vencer a eleição. Estamos trabalhando muito. Estamos em mais de 300 pessoas trabalhando e pedindo voto. Estamos tentando convencer o sócio patrimonial a ir votar. Agora, será uma eleição muito difícil”, finaliza.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.