Tigre: Baier celebra o segundo objetivo conquistado

Segundo o treinador, primeiro passo era a manutenção do time na Série C. Agora, com a classificação, começa a caminhada rumo ao acesso


- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Satisfeito. Assim está Paulo Baier. O técnico do Criciúma celebrou a conquista daquele que ele chamou de “segundo objetivo” do time na Série C. Conforme Baier, inicialmente, a meta era a permanência do Tigre na Terceira Divisão para 2022. Agora, com a classificação, inicia a caminhada ao acesso. “O segundo objetivo foi alcançado com uma rodada de antecedência. Então, o terceiro objetivo está por vir: colocar o Criciúma na Série B. Esse é o propósito e eu vim para fazer isso. Esse é o intuito”, destaca.

Baier se identifica como um torcedor do Criciúma. Ele se diz feliz e comemorando a conquista da vaga entre os oito melhores da competição nacional. “Eu acho que fazia tempo que o torcedor não comemorava uma classificação e hoje pode comemorar. Além de uma classificação difícil, vamos frisar, de novo, que é um campeonato muito difícil. Olha quanta gente ficou para trás no nosso grupo. Times grandes, paulistas. Todos ficaram para trás. Então, temos que valorizar o nosso trabalho, que é sério, profissional e de respeito”, diz.

O comandante carvoeiro ressaltou a história dele no clube e pediu respeito ao trabalho e à pessoa dele. “Acredito que tem que respeitar, principalmente a minha pessoa, que tenho história e titulo aqui dentro. Faço o meu melhor para ajudar o Criciúma. Então, é dessa maneira que eu me sinto: muito feliz e muito satisfeito pelo meu rendimento”, completa.

Time irá subir de produção

Baier foi enfático ao dizer que o time está subindo de produção. Ele acredita em uma evolução ainda maior dos jogadores na próxima fase da competição. “Importantíssimo. Igual ao falei: a gente ia subir de produção, a gente passou por uma turbulência e iríamos melhorar hoje. Agora, a tendência é evoluir e crescer. Agora, é outro campeonato. Outra situação. Entra dois times da outra chave. Então são quatro times e a gente sabe que vai crescer na competição”, detalha.

O treinador ficou satisfeito com o desempenho do time na vitória por 2 a 0 deste sábado. “Como eu falei na coletiva anterior ao jogo: nós iríamos fazer uma grande partida e um grande placar, pois trabalhamos muito bem durante a semana. Os jogadores estavam muito focados nesse jogo e a gente que jogou muito tempo sente quando as coisas vão acontecer. Estou muito satisfeito, quero dar parabéns aos atletas que se dedicaram ao máximo e fizeram uma grande partida”, comenta.

O gol marcado logo no início, por Arilson, garantiu tranqüilidade ao time na partida. O goleiro Gustavo pouco trabalho diante do Mirassol. “Lógico que teve duas bolas na trave, mas o Gustavo pouco trabalhou. Nós entramos um pouquinho devagar, no segundo tempo, e isso foi conseqüência. Depois corrigimos e melhoramos. É verdade: o primeiro gol deu tranqüilidade para termos a posse de bola, o controle do jogo. Praticamente não tivemos problemas, a não ser essas bolas na trave, logicamente, uma bola parada no primeiro tempo. No geral, a equipe se portou muito bem. A entrada de alguns jogadores, principalmente no segundo tempo, fez a diferença, e isso foi importante para a vitória”, pontua.

Projeção para o jogo de quarta-feira

Feliz com a classificação, Baier já pensa no desafio de quarta-feira, às 20 horas, diante do Juventus, em Jaraguá do Sul, pela segunda rodada da Copa Santa Catarina. Jogadores que estão pendurados com dois cartões amarelos e serão poupados do clássico contra o Figueirense, para não correrem o risco de serem suspensos para o início da próxima fase da Série C, devem ir a campo. Eu já saio de uma situação de classificação, muito satisfeito, muito feliz, mas já penso no jogo contra o Juventus, para tentarmos vencer na Copa Santa Catarina. Têm alguns jogadores pendurados, então, de repente, a gente vai levar e jogar na quarta”, diz.

Gustavo e Dudu Vieira devem jogar a partida pela competição estadual. “A gente ta analisando. Provavelmente, sim. O Gustavo e o (Dudu) Vieira que estão com dois cartões. Certamente, vamos poupar, sim (do clássico contra o Figueirense)”, ressalta.

Baier reforçou a ideia de que o time irá melhorar na próxima fase da competição nacional. “Vamos observar alguns jogadores na Copa Santa Catarina. A gente tem um ganho grande para dar ritmo de jogo a esses jogadores que não estão jogando tanto. Eu acredito que a gente possa crescer em moral e confiança para entrar na fase decisiva. Eu acredito muito nisso. Agora, vamos esperar a decisão lá contra o Figueirense e vamos ver quem a gente vai pegar”, finaliza.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.