Tigre: Após novo resultado negativo, Wilsão não entrega as fichas

Criciúma ficou no empate contra o Marcílio Dias, fora de casa, e segue na lanterna do Catarinense

Foto: Celso da Luz/Criciúma EC
- PUBLICIDADE -

Gustavo Milioli

Itajaí

- PUBLICIDADE -

O técnico interino Wilson Waterkemper, apesar de um novo resultado negativo, mantém a confiança na reabilitação do Criciúma. O Tigre apenas empatou jogando contra o Marcílio Dias, neste domingo, em Itajaí, e segue na lanterna do Catarinense. Já são nove partidas sem vitórias na temporada, contando um jogo da Copa do Brasil.

“O ser humano quando se entrega, a derrota já está feita. É difícil. Muito difícil. Na minha vida eu sempre fui muito verdadeiro, mas a gente vai trabalhar dia após dia”, aponta o comandante.

Wilsão promoveu mudanças significativas na equipe, após a demissão de Hemerson Maria. O time foi escalado em um 4-4-2, deixando de atuar com três atacantes. Mateus Anderson foi para o banco. Philipe Maia assumiu o lugar de Marcel Scalese na defesa, e Claudinho foi o titular na lateral-direita.

“O Criciúma até agora não conseguiu os resultados. Lógico que quando há uma troca de comando é preciso mudar alguma coisa, para fazer diferente. A mudança tática veio para fazer a equipe jogar de uma forma mais leve”, explica.

O treinador acredita que o Criciúma foi superior em boa parte da partida, mas, novamente, pecou na finalização. “Conseguimos envolver o Marcílio em quase todo o primeiro tempo, com várias finalizações, mas infelizmente a bola não entrou. Num chute deles, tomamos o gol”, observa. “É treinar, continuar insistindo. Não vejo outra maneira”, destaca.

O Tigre volta a campo na próxima quinta-feira, desta vez pela Copa do Brasil, contra a Ponte Preta. O confronto terá início às 19h, no Heriberto Hülse. Pelo Catarinense, o próximo oponente será o Metropolitano, também no Majestoso, no domingo que vem, às 16h.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.