Próspera fará homenagem na camisa

Clube utilizará a logomarca da campanha Salve A Laurinha durante o Catarinense. Essa é uma forma de ressaltar os voluntários da iniciativa

- PUBLICIDADE -

Criciúma

Como uma forma de homenagem a todos os voluntários que fizeram parte da campanha Salve a Laurinha, o Próspera utilizará a logomarca da campanha na camisa oficial do clube na disputa do Campeonato Catarinense. “O Próspera, dentro da possibilidade dele, participou da campanha e vai manter esse símbolo aqui em todo o Campeonato Catarinense, junto com os nossos patrocinadores. Que também ajudaram nessa questão. Me sinto até emocionado de fazer parte desse momento. Quero agradecer Fernando em nome do Próspera, em nome do meu presidente Israel e de toda a diretoria”, comenta o diretor de futebol, Nei Rama.

- PUBLICIDADE -

Durante a manhã de quinta-feira, o técnico Paulo Baier, juntamente com Rama e o diretor Michel Silveira entregaram duas camisas autografadas por todo o elenco prosperano e comissão técnica aos representantes da campanha na região Fernando Goulart e Diego Pavei. “É uma forma de agradecimento para todo mundo que ajudou: os voluntários, as empresas e as instituições, muita gente que nem imaginávamos que iria ser abraçado pela campanha, foi lá e colocou a mão no nosso ombro e meio que disse assim: ‘a gente está junto com vocês, a gente vai até o final’. O sentimento é de gratidão à todo mundo, ao Próspera que deu essa oportunidade para nós, vamos ter essa visibilidade a nível estadual com o Catarinense da série A”, destaca Goulart.

Antes da atividade da manhã de quinta, o elenco prosperando se reuniu e prestou uma homenagem aos voluntários por terem atingido a meta da campanha com uma salva de palmas.  “É um presente pro Próspera estar na Série A deste ano e acho que um presente nosso também estar junto com o Próspera”, afirma Fernando. Após a homenagem, Baier comandou um treino tático no Estádio Mário Balsini, antes do jogo-treino desta sexta-feira contra o Tubarão, na cidade azul.

Como aconteceu a campanha

Iniciada em maio do ano passado, a campanha Salve a Laurinha visava arrecadar R$12 milhões de reais para o tratamento da menina Laurinha, natural de Nova Trento, que nasceu dia 21 de agosto de 2019. Aos sete meses de idade ela foi diagnosticada com Atrofia Muscular Espinhal (AME) tipo 1. Uma doença muito grave e fatal se não tratada. Porém o medicamento utilizado neste tratamento é um dos mais caros do mundo: o Zolgensma. Na noite desta quarta-feira, a família anunciou que o valor do medicamento já havia sido arrecadado e que, portanto, estaria encerrando a campanha.  “Estamos aqui, um dia depois de ela ter tomado o medicamento e é como se tivesse colocado um laço em cima do presente e dado pra Laurinha, foi tudo no momento certo, questão do logo vai continuar. Então queria que todo mundo considere como se o Próspera tivesse fazendo uma homenagem a todos que participaram”, destaca Goulart. “Até porque a campanha Salve a Laurinha é como um time de futebol, igual o Próspera não se faz jogo, não se ganha jogo com uma pessoa só. Então é a união de todos”, finaliza o voluntário.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.