Próspera é derrotado no último minuto

Defesa do Time da Raça sofre um “apagão” e Joinville marca o gol da vitória aos 48 minutos da etapa final. Equipe criciumense fica na parte de baixo da tabela

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Tubarão

- PUBLICIDADE -

Fotos: Lucas Colombo/EC Próspera

No detalhe, o Próspera acabou derrotado pelo Joinville por 1 a 0, na tarde desta quinta-feira, no estádio Domingos Gonzáles, em Tubarão, pela primeira rodada do Catarinense deste ano. Quando tudo se encaminhava para um empate sem gols, o Time da Raça cedeu espaço, a defesa sofreu um “apagão” e levou o gol de Thiago Santos aos 48 minutos do segundo tempo. No decorrer dos 90 minutos, houve um leve domínio do Joinville, mas o time criciumense também teve boas chances de marcar o gol da vitória, principalmente no final do jogo, pouco antes de levar o gol.

O jogo começou movimentado com chances para ambos os lados. Aos três minutos de jogo, o Joinville quase abriu o placar, mas Diego Soares salvou em cima da linha e evitou o primeiro gol do JEC, após grande defesa de Prezzi. A partir daí, o Joinville tomou conta do primeiro tempo, jogando nas costas de Sueliton com Diego.

Aos 16 minutos da etapa final, o Time da Raça pressionou o adversário e estabeleceu uma sequência de escanteios. Porém, o ataque não conseguiu aproveitar. Em uma partida movimentada, ambas as equipes buscavam o gol. Aos 18 minutos, Gabriel tabelou com Sueliton e foi derrubado. Falta. Jean Natal cobrou, pela direita, mas a zaga do Joinville colocou para escanteio. A cobrança foi ruim, mas manteve o Time da Raça no ataque. Aos 20 minutos, Jessé recebeu na área, mas Fabian Volpi se antecipou e defendeu. O Time da Raça equilibrou as ações e até consolidou um certo domínio em campo.

No minuto seguinte, devido a aglomerações nas arquibancadas, o árbitro William Machado Steffen paralisou a partida e pediu a retirada dos atletas das categorias de base do Atlético Tubarão – dono do estádio – que estavam no local. Aos 34 minutos, Galiardo derrubou Douglas Packer. O próprio camisa 10 fez a cobrança, Gullithi afastou, Diego Soares escorregou e Diego pegou a sobra. Após novo cruzamento, Alison Mira arrematou de voleio, na marca do pênalti, mas desperdiçou a chance.

O Próspera se ressentia um pouco da participação de Maicon Santana, que voltava para ajudar a marcação e não conseguia chegar ao ataque com força. Jean Natal armava as jogadas, mas o camisa 9 estava longe da área. Aos 43 minutos, Gabriel foi para cima de Banguelê e acabou derrubado. Falta. Jean Natal bateu direto e a bola saiu, mas raspando a trave do goleiro Fabian Volpi. Com o placar em branco, o primeiro tempo terminou com a superioridade do Time da Raça, que buscava as ações pela direita de ataque e contando com bom desempenho do lateral Sueliton.

Castigo vem nos acréscimos

Na etapa final, o Próspera seguiu no ataque, mas sofreu contra-ataques. Aos 13 minutos, Diego fez uma grande jogada pela direita, passou pelo zagueiro e cruzou para Alison Mira, na pequena área, mas Prezzi brilhou e salvou o Próspera. Segunda grande defesa do goleiro no confronto.

Aos 18 minutos da etapa final, Jessé deixou o campo para entrar Bessa. O capitão do Próspera não gostou da troca e passou a faixa para o lateral Sueliton. O Time da Raça não conseguia chegar ao gol de Fabian Volpi, que apenas assistia ao jogo. Aos 26 minutos, Daniel fez boa jogada pela direita e cruzou para a área, mas o goleiro do JEC colocou para a linha de fundo. Escanteio. Jean Natal cobrou, Gullithi dominou e bateu, mas em cima de Renan Castro. Foram os melhores minutos do Time da Raça na partida.

Aos 31 minutos, Dudu finalizou pela linha de fundo, em lance de perigo do Próspera. No minuto seguinte, a resposta do JEC com Diego que fez boa jogada e bateu forte, mas a bola saiu perto da trave de Prezzi. Aos 35 minutos, Gustavo Ermel finalizou forte, mas Prezzi colocou para escanteio. Leve domínio do Joinville na reta final da partida. Com a saída de Jessé e a entrada de Bessa, o Time da Raça perdeu o poder de marcação no meio e a situação ficou mais complicada com a entrada de Dudu.

Aos 40 minutos, Leomir teve boa chance, mas a bola bateu na zaga. Dois minutos depois, Diego finalizou, a bola bateu na trave de Prezzi e saiu. Aos 46 minutos, Gullithi cabeceou, após uma cobrança de falta e os jogadores do Próspera chegaram a pedir pênalti, pois a bola teria pegado na mão do atleta do JEC, porém, o árbitro nada marcou. Nos acréscimos, um apagão da zaga do Próspera custou o ponto que parecia garantido: Thiago Santos recebeu a bola de Gustavo Ermel e abriu o placar: Joinville 1 a 0 aos 48 minutos do segundo tempo.

Campeonato Catarinense – 1ª Rodada – Turno

25/02 (Quinta-feira) – 16 horas – estádio Domingos Gonzales, em Tubarão

PRÓSPERA

Prezzi; Sueliton, Baiano, Gullithi e Diego Soares; Galiardo, Jessé (Lucas Bessa (Dudu)) e Jean Natal (Leomir); Daniel, Gabriel e Maicon Santana (Hugo Ragelli). Técnico: Paulo Baier

JOINVILLE

Fabian Volpi; André Rosa, Charles, Fernando Fonseca e Renan Castro; Banguelê, Lucas Goes e Douglas Packer (Thiaguinho); Diego, Gustavo Ermel e Alison Mira (Thiago Santos). Técnico: Vinícius Eutrópio

Arbitragem: William Machado Steffen; Auxiliares: Bruno Müller e Mauro Ricardo Oliveira Alves da Luz

GOL: Thiago Santos (48/2T) (J)

Cartão Amarelo: Gullithi e Baiano (P); Renan Castro e Lucas Goes (J)

Cartão Vermelho: Não houve

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.