Palmeiras vence o Flamengo e é tricampeão da América

Paulistas superam os cariocas, na prorrogação, e conquistam a Copa Libertadores pela terceira vez na história


- PUBLICIDADE -

Montevidéu/Uruguai

Torcida que canta e vibra. Como diz o hino do Palmeiras, os torcedores do clube estão em festa com a vitória sobre o Flamengo por 2 a 1. Com o triunfo, o time conquistou a Copa Libertadores pela terceira vez na história da competição. Raphael Veiga abriu o placar, logo no início do jogo, Gabigol empatou na etapa final e a partida seguiu para a prorrogação. No tempo extra, Deyverson marcou, aos cinco minutos, em falha de Andreas Pereira, e deu o título ao Palmeiras.

- PUBLICIDADE -

Após um início de jogo alucinante, aos cinco minutos, após boa jogada de Maike pela direita, Raphael Veiga abriu o placar para o Palmeiras. A partir daí, o Flamengo buscou mais o ataque, enquanto os paulistas tentavam o contra-ataque. Aos 16 minutos, Bruno Henrique teve a chance, mas foi desarmado. Aos 21 minutos, o mesmo Bruno Henrique tentou cabecear, mas foi escorado pelo zagueiro do Palmeiras e reclamou de pênalti. O árbitro nada marcou. O Flamengo seguiu pressionando e, aos 42 minutos, Arrascaeta teve a chance, na pequena área, e Weverton fez um grande defesa.

Na etapa final, o Flamengo seguiu pressionando. Aos 10 minutos, David Luiz ficou na frente de Weverton, após lançamento, mas o goleiro do Verdão brilhou novamente. O Palmeiras seguia apostando apenas nos contra-ataques e se defendendo como podia. Aos 14 minutos, Bruno Henrique cabeceou e a bola saiu beliscando a trave. O empate veio aos 26 minutos do segundo tempo: Gabigol tabelou com Arrascaeta, invadiu a área e deixou tudo igual: 1 a 1.

A partir daí, o Flamengo seguiu tentando o segundo gol, enquanto o Palmeiras manteve a estratégia. Aos 40 minutos do segundo tempo, Michael entrou livre na área e teve a chance de virar o jogo, após lindo lançamento de Arrascaeta, mas desperdiçou a chance. A partida seguiu para a prorrogação.

No tempo extra, Andreas Pereira errou na saída de bola, logo aos cinco minutos, e Deyverson, que recém havia entrado, e marcou o gol que deixou o Palmeiras à frente na decisão. A partir daí, o time treinado por Abel Ferreira soube conduzir a partida até o final para conquistar a glória eterna. Palmeiras tricampeão da América.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.