Palmeiras é tetra da Copa do Brasil

Equipe paulista confirma o favoritismo, bate novamente o Grêmio, desta vez por 2 a 0, e levanta a taça da competição nacional

- PUBLICIDADE -

São Paulo

Pela quarta vez, o Palmeiras é campeão da Copa do Brasil. Ontem, o Verdão fez valer o favoritismo, superou novamente o Grêmio, desta vez por 2 a 0, e levantou a taça da competição – ainda na edição de 2020. As outras conquistas foram em 1998, 2012 e 2015. Wesley e Gabriel Menino fizeram os gols no Allianz Parque. A equipe de Abel Ferreira já tinha a vantagem de jogar pelo empate, pois havia batido o Tricolor na Arena Grêmio pelo mesmo placar, com gol de Gustavo Gómez.

- PUBLICIDADE -

A Copa do Brasil faz o Palmeiras encerrar a temporada com três títulos. Já campeão Paulista e da Libertadores, o Verdão igualou a temporada de 1993, a última em que havia conquistado três torneios em um único ano (Paulista, Rio-São Paulo e Brasileiro). O Grêmio é o segundo maior vencedor da Copa do Brasil, com cinco taças. O Cruzeiro lidera com seis troféus.

Com as novidades de Vanderson e Thaciano na escalação, o Grêmio começou melhor e teve a primeira chance clara aos dois minutos, quando Pepê chegou atrasado na pequena área. Após o início favorável ao Tricolor, o Palmeiras chegou a abrir o placar com Raphael Veiga, aos 18, mas o lance foi anulado por impedimento. No segundo tempo, o Verdão definiu a conquista: Wesley, logo aos oito minutos, aproveitou o passe de Raphael Veiga e colocou o Palmeiras na frente em casa. Quando Renato Gaúcho começou a colocar o time no ataque, o time de Abel Ferreira aproveitou o contra-ataque aos 38, com Willian abrindo para Gabriel Menino. O garoto chutou cruzado, e Paulo Victor não conseguiu pegar. 2 a 0 e festa alviverde na arena.

Como foram as duas equipes

O Verdão não começou tão bem o jogo, mas assim que conseguiu dificultar a troca de passes do Grêmio passou a incomodar com giros na intermediária de Raphael Veiga e Wesley. No segundo tempo, o time aproveitou-se nas transições e merecidamente fez os gols para decidir o título. Uma equipe que alguns questionaram o desempenho em alguns momentos, mas que faz história. Três títulos em uma temporada é algo raro de se ver.

O time de Renato Gaúcho começou de forma promissora e teve a possibilidade de sair na frente, mas pecou pela falta de pontaria. A partir do momento que o Palmeiras começou a colocar a bola no chão e dificultar os lances de pivô de Diego Souza, a construção do Tricolor gaúcho foi muito atrapalhada. Uma atuação decepcionante, atrapalhada também por uma atuação sem grande confiança do fraco goleiro Paulo Victor.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.