Nova Veneza: A “velha guarda” quer o acesso no Azulão

Marquinhos (foto), Maicon Ermo e Marcel Emerim buscam repetir o sucesso que tiveram pelo Caravaggio, no futebol amador, agora no profissional


- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Nova Veneza

- PUBLICIDADE -

Quando receberam convites para atuar pelo Caravaggio, o volante Marquinhos, o meia Maicon Ermo e o atacante Marcel Emerim talvez não imaginavam o que o futuro lhes reservava. Ídolos no futebol amador, os jogadores remanescentes são identificados com o torcedor do Azulão da Montanha, e sonham em repetir o sucesso atuando profissionalmente.

Aos 36 anos, Maicon Ermo terá também uma nova experiência na trajetória pelo mundo da bola: ele estreará profissionalmente. O meia, que está no clube há cinco temporadas, não esconde a alegria do novo desafio. “É um momento único, de felicidade e especial, em estar assinando meu primeiro contrato profissional e com o Caravaggio. Quando recebi o convite, sentei com minha família e conversamos muito sobre o projeto, sempre pensando no Caravaggio Futebol Clube, pois trata-se de uma equipe que tenho grande respeito e gratidão”, destaca o atleta.

O jogador espera fazer uma grande Série C do Catarinense. “A nossa equipe vem treinando forte. A comissão técnica vem fazendo um grande trabalho também. A diretoria vem contratando jogadores experientes e mesclando com jovens”, explica.

Maicon destaca uma das principais forças do Carava.“A torcida é fanática e a comunidade apoia a todo momento. Com certeza, o Caravaggio vem forte para a disputa do Catarinense”, diz.

Atuando com o irmão ao lado

Marcel soma outras passagens no futebol profissional. O atacante, revelado pelo Criciúma, passou ainda pelo Ituano (SP), Boa Esporte (MG) e Novo Hamburgo (RS). Agora, ele terá uma experiência diferente: atuar profissionalmente ao lado do irmão, Maicon Ermo. “Fico muito feliz em fazer parte da profissionalização deste clube, que tem uma estrutura brilhante. Estou muito feliz em estar junto mais um ano. Nós já temos uma história bonita no amador e agora esperamos repetir o sucesso no profissional”, pontua o jogador. “As expectativas são enormes e vamos fazer de tudo para poder, já nos primeiros anos, mostrar sucesso”, completa.

O mais experiente do trio é o volante Marquinhos. Por oito temporadas defendendo o time de Nova Veneza, o jogador voltará a sentir o prazer de atuar profissionalmente. O atleta tem passagens por clubes como Cruzeiro (MG), Tubarão (SC), Atlético de Três Corações (MG) e Ipatinga (MG). “Para nós é gratificante defender o Caravaggio no profissional. É uma sensação muito boa e uma responsabilidade muito grande. Sabemos do amor e carinho que a comunidade tem pelo clube”, frisa.

Marquinhos destaca o foco total na preparação para a competição que começa no dia 25, diante do Blumenau, em Indaial. “A gente, que sempre representou bem o Caravaggio nos campeonatos amadores, se sente honrado em estar defendendo o clube agora no profissional. Estou focado e me dedicando ao máximo nos treinos, para poder chegar na Série C do Catarinense e honrar a camisa do Caravaggio”, finaliza.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.